0

Outubro Rosa: Sesc realiza mutirão da mamografia em todo o Brasil

Atendimento móvel será feito onde não há exame pela rede pública de saúde

7 out 2019
09h11
atualizado às 15h53
  • separator
  • 0
  • comentários

A fila para a realização do exame de mamografia na rede pública pode levar meses para diminuir em alguns lugares do País. Para tentar auxiliar as mulheres que não conseguem acelerar esse processo, as unidades móveis do Sesc rodam o Brasil para oferecer o exame gratuitamente.

Unidades móveis do Sesc rodarão o Brasil para oferecer mamografia para mulheres.
Unidades móveis do Sesc rodarão o Brasil para oferecer mamografia para mulheres.
Foto: Divulgação/Sesc / Estadão

O público alvo é composto por mulheres, entre 50 e 69 anos, e que não precisarão de um pedido médico. "É uma rede de promoção da saúde da mulher que faz mamografia para rastreamento de câncer de mama e exame citopatológico (conhecido como papanicolau) para rastreamento de câncer de colo de útero", afirmou Roberta Vilhena, coordenadora do projeto, em entrevista para a Agência Brasil.

Essa ação é permanente, ou seja, ocorre ao longo de todo o ano, em 22 Estados brasileiros, no total de 25 unidades do Sesc Saúde Mulher. Os resultados ficam prontos, em média, em 15 dias. A paciente é encaminhada para o sistema de saúde local, onde será atendida pela equipe médica.

Roberta Vilhena reforça que o objetivo é levar as unidades móveis para os lugares do Brasil em que não existe a possibilidade de se fazer o exame. "A gente tem a missão de estar, principalmente, nos municípios que não têm mamógrafo", afirma.

Por ano, essas unidades têm capacidade para realizar 176 mil mamografias, 176 mil exames para rastreamento de câncer de colo de útero e 275 mil atendimentos com orientações. "O projeto desenvolve ações educativas com foco em promoção da saúde sexual e reprodutiva também", ressalta Roberta Vilhena.

Todos os exames são enviados para o Hospital do Câncer de Barretos, no interior de São Paulo, que é considerado referência nacional em pesquisa, diagnóstico e tratamento da doença. O trabalho é feito em parceria com o município, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Se você quiser saber mais sobre os locais de atendimento das unidades móveis do Sesc, confira no site.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade