0

Médicos do Hospital das Clínicas fazem campanha para arrecadar insumos para combate ao coronavírus

Intitulado 'Vem pra Guerra', movimento mobiliza pessoas a fazer doações pela internet

28 mar 2020
05h11
atualizado em 10/4/2020 às 21h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Funcionários do Hospital das Clínicas de São Paulo realizam campanha 'Vem pra Guerra', para arrecadar fundos para a compra de materiais para combater novo coronavírus.
Funcionários do Hospital das Clínicas de São Paulo realizam campanha 'Vem pra Guerra', para arrecadar fundos para a compra de materiais para combater novo coronavírus.
Foto: Instagram/@vem.pra.guerra / Estadão

Não é exagero dizer que todos lutam uma guerra contra o novo coronavírus. E os funcionários do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo estão pedindo ajuda para vencê-la.

Um perfil exclusivo foi criado nas redes sociais, intitulado 'Vem pra Guerra'. "O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo está na linha de frente do combate ao avanço da pandemia e está preparando um projeto de reestruturação de seus leitos e UTIs para enfrentar a ameaça do novo coronavírus", diz o comunicado.

Os profissionais citam, como exemplo, o uso de máscaras cirúrgicas, máscaras N95, álcool gel, aventais e toucas descartáveis. Eles também pretendem adquirir máquinas de raio-X para que pacientes graves sejam acompanhados, sem risco de disseminação do vírus.

"Para garantir a integridade da equipe e pacientes, prevenção ao contágio, a manutenção da quantidade e qualidade dos atendimentos, estima-se um crescimento de mais de 400% na demanda desses materiais. Infelizmente, com o avanço da epidemia, a demanda desses insumos esgotou os estoques e acarretou o aumento exponencial dos preços", alerta a campanha.

As doações para a campanha 'Vem pra Guerra' serão revertidas para a compra de 40 mil máscaras N95, 670 mil máscaras cirúrgicas, 6.700 litros de álcool gel, 45 mil aventais, 211 mil toucas e três máquinas portáteis de raio-x para dois meses de atendimento, segundo as projeções de aumento dos atendimentos feitas pelos profissionais do Hospital das Clínicas.

Até esta sexta-feira, 27, mais de cinco mil pessoas já haviam feito doações para a campanha.

Máscaras de proteção, álcool em gel e aparelhos de raio-X serão adquiridos com o dinheiro da campanha para ajudar os profissionais do Hospital das Clínicas de São Paulo.
Máscaras de proteção, álcool em gel e aparelhos de raio-X serão adquiridos com o dinheiro da campanha para ajudar os profissionais do Hospital das Clínicas de São Paulo.
Foto: Instagram/@vem.pra.guerra / Estadão

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade