PUBLICIDADE

Fazer abdominais todos os dias funciona? Entenda como deve ser o treino

Exagerar no volume e nas repetições, nem sempre, é a melhor alternativa

23 mar 2022 10h55
ver comentários
Publicidade
Fazer abdominais todos os dias funciona?
Fazer abdominais todos os dias funciona?
Foto: Shutterstock / Sport Life

Fazer abdominais todos os dias, ao contrário do que muitos pensam, não é a melhor alternativa para conquistar aquela famosa barriga "tanquinho". Antes de mais nada, é necessário lembrar que, para ter os "gomos" aparentes, precisamos de dois fatores funcionando em plena sintonia: treino e dieta.

A dieta serve para queimar o excesso de gordura corporal e, com isso, permitir que a musculatura "encoste" na pele e fique visível. Já o objetivo do treino é hipertrofiar o abdômen, para que a musculatura aumente de tamanho e consiga aparecer.

"Quando falamos sobre definição de abdômen, sempre digo aos meus alunos que precisamos de duas coisas acontecendo ao mesmo tempo. Ter o que mostrar, ou seja: hipertrofia! E não ter nada pra esconder, ou seja: não ter gordura na frente", explica o treinador e assessor esportivo, Leandro Twin.

Treino de abdômen para buscar a hipertrofia

Quem deseja ter aquela barriga "trincada", muitas vezes, aposta em fórmulas especiais para conquistar esse objetivo. Além de fazer abdominais todos os dias, é normal encontrar pessoas que realizam dezenas e mais dezenas de repetições durante o exercício. Mas, essa não é a melhor maneira de ganhar massa muscular na região - tampouco vai eliminar gordura localizada.

Conforme explicou Twin, além de eliminar o excesso de gordura corporal, a melhor maneira de conquistar definição muscular é através da hipertrofia. Fazer abdominais todos os dias vai aumentar a resistência da região, mas não elevará significativamente a massa muscular. Para isso, o treinador recomenda três condutas fundamentais durante o treino:

  • Frequência: duas vezes por semana (com espaçamento de dois ou três dias e mais ou menos oito a 12 séries totais em cada dia de treino);
  • Exercícios: 3 séries para cada parte do abdômen - supra, infra e oblíquo (sim, podemos treinar oblíquos pois eles não vão engrossar nossa cintura em nível significativo);
  • Repetições: 10 a 15 repetições em cada série, com intervalo ideal de 30 a 60 segundos. Se for muito fácil realizar esse número de movimentos, acrescente carga ao exercício.

"Não devemos fazer muito mais do que isso, se não sai do ideal para hipertrofia e entra em resistência muscular localizada, o que não é o objetivo do exercício. Para conseguir intensidade basta adicionar uma carga nos exercícios.", completa o treinador.

Dieta é tão importante quanto

Por fim, vale lembrar que pouco adianta fazer abdominais todos os dias ou realizar um treino focado em hipertrofia se a dieta não for adaptada para o seu objetivo. Para ganhar massa muscular é necessário aumentar o consumo calórico e isso pode diminuir temporariamente a definição muscular, mas faz parte do processo.

"Quando ganhamos peso, ganhamos gordura e ganhamos massa muscular. Quando perdemos peso nós perdemos gordura e mantemos a massa muscular. Esse é um processo que pode demorar até anos, mas chega no resultado, mesmo que você não acredite", finaliza Twin.

Sport Life
Publicidade
Publicidade