PUBLICIDADE

Dieta mediterrânea: conheça os segredos alimentares de Cristiano Ronaldo

Saiba como o craque de 36 anos mantém um dos físicos mais condicionados do futebol

29 set 2021 17h02
| atualizado em 22/10/2021 às 14h35
ver comentários
Publicidade
Dieta Mediterrânea do Cristiano Ronaldo
Dieta Mediterrânea do Cristiano Ronaldo
Foto: Reprodução Instagram @cristiano / Shutterstock / Sport Life

A dieta mediterrânea é o estilo alimentar adotado pelo português Cristiano Ronaldo, estrela do time de futebol Manchester United, da Inglaterra. Conhecido não apenas por seus incontáveis gols decisivos e jogadas geniais, o craque lusitano também chama a atenção por seu condicionamento físico impecável. Com 36 anos de idade, o jogador ainda é referência atlética no esporte de alto nível.

Para conseguir alcançar e, sobretudo, manter esse físico, Cristiano Ronaldo toma muito cuidado com sua alimentação e seus hábitos. Em algumas declarações durante sua carreira, ele já revelou ser contra o consumo de alimentos industrializados, álcool e cigarro. Inclusive, na última edição da Eurocopa, em junho deste ano, o jogador viralizou ao colocar de lado duas garrafas de refrigerante durante uma coletiva de imprensa e substituí-las por água.

Recentemente, o chef Giorgio Barone, que cuidava da alimentação do craque português quando ele jogava pela Juventus, da Itália, revelou que Cristiano era um adepto da dieta mediterrânea. Uma alimentação baseada em ingredientes naturais, sem produtos industrializados e, aparentemente, muito saborosa.

De acordo com a nutricionista Tatiana Amalfi, a alimentação escolhida por Cristiano Ronaldo "deveria ser adotada por todas as pessoas que desejam um estilo de vida mais saudável, já que inclui uma grande quantidade de alimentos in natura e fontes de gorduras conhecidas como boas". Segundo a profissional, a base da dieta mediterrânea consiste em frutas, legumes, verduras, peixes e frutos do mar ricos em ômega 3.

"Neste tipo de dieta a pessoa precisa incluir uma grande variedade de legumes e verduras no prato, deixando ele o mais colorido possível. Adicionar folhas verdes e roxas, cenoura, beterraba, rabanete (cru), couve, chuchu ou algum legume refogado como inhame, ou mandioca, por exemplo. Associados a uma boa fonte de proteína como peixe fresco, seria interessante para grande parte da população que pensa em uma vida mais saudável e na prevenção de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares", explica Amalfi.

Além disso, a estratégia também é importante para o desempenho atlético de praticantes de atividades físicas. Cristiano Ronaldo - eleito por cinco vezes o melhor jogador de futebol do mundo - além de um talento extraordinário, também tem como ponto forte o condicionamento físico acima da média. Fruto de muito trabalho e dedicação ao esporte. Algo que ele não conseguiria sem uma alimentação balanceada e, ao mesmo tempo, poderosa ao ponto de fornecer energia suficiente para ele manter o alto nível de treinamento.

Segundo a nutricionista Amalfi, esse estilo alimentar também pode ser uma excelente opção para atletas amadores que buscam um melhor rendimento em suas atividades. "A dieta mediterrânea para um atleta acaba sendo muito completa por conter fontes de vitaminas e minerais importantes - como o cálcio - presente nos laticínios, que é responsável pela formação e manutenção da massa óssea do corpo", explica.

"Muitos alunos começam a treinar e não conseguem finalizar a séries de exercícios, pois falta energia. As vezes é preciso apenas adequar a alimentação ideal para determinado tipo de treino. Então, uma dica é que o aluno inicie o treino e também uma dieta alimentar, pois a melhora do corpo e do condicionamento físico acabam sendo muito mais evidentes",  completa o educador físico, Renato Ferreira.

Sport Life
Publicidade
Publicidade