10 eventos ao vivo

Aspirina pode prevenir câncer de ovário

10 ago 2018
07h11
  • separator
  • comentários

Uma dose baixa de ácido acetilsalicílico por dia pode ajudar as mulheres a evitar o câncer de ovário ou aumentar a sua sobrevivência caso isso ocorra, sugerem dois novos estudos. De fato, a dose diária baixa de aspirina - o tipo que muitas mulheres mais velhas já tomam para ajudar o coração - estava ligada a uma redução de 10% no desenvolvimento de câncer ovariano. Ele também foi associado a uma melhora de 30% na sobrevida para pacientes com câncer de ovário, disseram os pesquisadores. Claramente, ambos os estudos oferecem evidências do benefício do uso desses medicamentos antiinflamatórios e uma visão de como melhor prevenir e tratar essa doença mortal.

Mais estudos são certamente necessários. Ainda assim, recomendar uma dose diária baixa de 81 mg de aspirina pode ser mais do que uma na prevenção, bem como ajudar as mulheres que já desenvolveram a doença. O câncer de ovário é o quinto principal causador de câncer em mulheres, em grande parte porque muitas vezes é detectado tarde demais. Segundo os pesquisadores, há evidências crescentes de que a inflamação desempenha um papel no desenvolvimento do câncer e pode piorar os resultados. Medicamentos, como aspirina e antiinflamatórios não-esteróides não-aspirina (AINEs) - incluindo ibuprofeno (Motrin, Advil) ou naproxeno (Aleve) - já demonstraram diminuir o risco de certos tipos de câncer, principalmente câncer de cólon.

Em um segundo estudo, os pesquisadores descobriram que as mulheres que usaram AINEs aspirina e não-aspirina após serem diagnosticadas com câncer de ovário tiveram uma melhora de até 30% na sobrevida. O trabalho demonstra a importância da medicação comum no aumento das taxas de sobrevivência do câncer de ovário, e isso encorajará mais estudos a serem realizados para confirmar os resultados e ampliar a descoberta. Ambos os estudos se basearam em dados observacionais retrospectivos, de modo que não conseguiram confirmar uma relação de causa e efeito, apenas uma associação.

Referência

https://www.webmd.com/ovarian-cancer/news/20180720/low-dose-aspirin-may-help-against-ovarian-cancer?ecd=wnl_day_072318&ctr=wnl-day-072318_nsl-hdln_4&mb=voAu2w9N73u3p993LPWFqRXFE73IOX1c0OaTzBd4F8E%3d

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade