PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

3 dicas essenciais para controlar a pressão arterial

A hipertensão arterial é um problema de saúde pública, afirma a Organização Mundial da Saúde (OMS)

14 mai 2024 - 18h24
(atualizado em 15/5/2024 às 13h39)
Compartilhar
Exibir comentários

A hipertensão arterial afeta mais de 1 bilhões de pessoas no mundo todo, sendo que, no Brasil, 36 milhões convivem com esse problema, de acordo com o Ministério da Saúde. Ela é uma doença crônica que acontece quando os níveis da pressão arterial são iguais ou ultrapassam o valor considerado normal, que é de 140/90 mmHG.

Como cuidar da pressão alta e prevenir complicações? |
Como cuidar da pressão alta e prevenir complicações? |
Foto: freepik/ / Boa Forma

O aumento permanente da pressão sobrecarrega o funcionamento cardiovascular e, a longo prazo, pode ocorrer o crescimento do coração e a insuficiência cardíaca.

Vale destacar que, quando não tratada adequadamente, a hipertensão arterial pode favorecer a ocorrência de complicações mais sérias, entre elas, infarto agudo do miocárdio ou AVC, doença renal crônica, arritmia e demência.

Segundo o  Dr. Leonardo Demambre Abreu, coordenador médico da Amparo Saúde, essa condição pode se manifestar de forma silenciosa e passar despercebida, uma vez que, em estágios iniciais, os sintomas podem ser menos visíveis. No entanto, dor de cabeça, dor no peito, visão borrada e zumbido no ouvido são alterações que merecem atenção, especialmente se forem persistentes.

Apesar de não ter cura, ela pode ser controlada a partir da adoção de hábitos saudáveis e acompanhamento médico. O sal, a obesidade, o sedentarismo e a genética são os principais fatores de risco da hipertensão arterial. "Por isso, a mudança de estilo de vida é fundamental para que a pressão arterial se mantenha sob controle", destaca o especialista.

A seguir, o Dr. Leonardo lista os três cuidados mais importantes quando o assunto é controlar a pressão arterial. Confira:

Coma bem

Para manter a pressão arterial sob controle, é indispensável ter uma dieta equilibrada e saudável, priorizando o consumo de frutas, legumes, hortaliças, carnes sem gordura, cereais integrais e laticínios com baixo teor de gordura.

Salsichas, biscoitos recheados, refrigerantes e alimentos ultraprocessados não são recomendados e podem fazer muito mal à saúde, uma vez que são ricos em sódio e em açúcares adicionados.

O Dr. Leonardo indica procurar a ajuda de um nutricionista para desenvolver um plano alimentar personalizado. É importante destacar que vícios como bebidas alcoólicas e cigarro devem ser deixados de lado.

Movimente o corpo

Praticar atividade física regularmente oferece uma série de benefícios ao organismo, ajudando não só a saúde física, mas também a mental.

O estresse, um dos fatores que podem interferir negativamente na regulação da pressão arterial, pode ser combatido por meio do movimento, já que se exercitar favorece a liberação de neurotransmissores relacionados à sensação de bem-estar.

Além disso, esse hábito colabora para a manutenção do peso corporal, para a melhora da elasticidade dos vasos sanguíneos e para o fortalecimento do músculo cardíaco.

Pequenas atitudes como caminhar no bairro, subir escadas em vez de usar elevador descer do ônibus um ou dois pontos antes do ponto de chegada fazem a diferença, garante o Dr. Leonardo.

Faça acompanhamento

No mínimo, a cada seis meses, meça a sua pressão arterial, para analisar e acompanhar os níveis. Tendo condições, você pode fazer isso em casa com aqueles aparelhos portáteis, desde que certifique-se de utilizar a técnica de aferição correta.

Se a pressão estiver descompensada, o ideal é procurar um médico para que ele investigue e determine o melhor tratamento para o seu caso em específico.

Boa Forma
Compartilhar
Publicidade
Publicidade