PUBLICIDADE
AO VIVO
Chico César faz show repleto de hits ao vivo no Terraiá, o São João do Terra

Nostalgia: aliada ou adversária do bem-estar?

No mês das crianças, o app de meditação Atma realizou live especial com o monge Satyanatha para refletir sobre nostalgia

24 out 2023 - 05h00
(atualizado em 25/10/2023 às 14h15)
Compartilhar
Exibir comentários

Com volume mensal que ultrapassa a marca das 70 mil pesquisas, nostalgia não se prende à busca pelo significado, essa sensação complexa, que não somente transporta ao passado como ajuda a reviver lembranças da jornada despertando uma mistura de emoções, aguça a curiosidade de várias formas. Mas, afinal, qual o impacto da nostalgia no bem-estar?

É preciso entender que essa sensação pode surgir por diferentes fatores, como as mudanças na vida que despertam memórias e que fazem o passado vir à tona, às vezes até em tom de reflexão, ou por sentimentos, como solidão ou tristeza, que transformam a conexão com tempos atrás em instantes de felicidade e saudade. Há diversas razões para um momento nostálgico surgir. 

A palavra nostalgia gera mensalmente mais de 70 mil buscas no Brasil
A palavra nostalgia gera mensalmente mais de 70 mil buscas no Brasil
Foto: Daniel / Adobe Stock

Cada indivíduo lida de modo diferente com ela: enquanto alguns a enxergam como ferramenta para apreciar o presente e as conquistas tão desfrutadas no hoje, outros preferem se conectar ao passado e reviver experiências marcantes, até mesmo para encontrar conforto e estabilidade em tempos nos quais tudo parecia menos assustador ou difícil. 

Nostalgia: boa ou ruim para o bem-estar? 

A resposta é: depende. Quando explorada de forma positiva, a nostalgia pode ser reconfortante e grande aliada na associação do passado com lembranças felizes e momentos especiais. Quando as memórias sobre a infância, companhias, conversas, pessoas e lugares geram sentimentos de gratidão e conforto, por exemplo. 

Um detalhe sobre isso é que, há um tempo, pesquisadores chineses identificaram, com ajuda de integrantes de um estudo, que a nostalgia foi capaz de reduzir a percepção da dor em alguns dos participantes que observaram fotos que desencadeavam memórias da infância. 

E quando a nostalgia é negativa? Ficar preso ao passado não é a melhor forma de lidar com o agora e o futuro. Relembrar sensações e sentimentos ruins de anos atrás pode influenciar negativamente e afetar o bem-estar ao fazer emergir tristeza e arrependimentos, o que impede perceber presente e jornada.

O papel do autoconhecimento 

Se conhecer bem é também saber identificar aquilo que é capaz de afetar positiva e negativamente o bem-estar. Usar a nostalgia da maneira certa pode ser uma oportunidade de reconexão com a essência e um jeito de aprender e descobrir no agora como as referências e raízes podem ajudar e, claro, reforçar algo que, com o tempo, ficou esquecido. 

A nostalgia é uma experiência humana com profundas ramificações que pode ser saudável ou não, mas que definitivamente não é o hoje e nem o amanhã e, portanto, precisa ser acessada de modo racional, equilibrando a reflexão sobre o passado com a capacidade de viver o hoje para se preparar para o futuro. 

Sobre a live com Satyanatha 

Nostalgia foi tema da live do app Atma exclusiva para assinantes do serviço realizada na quarta-feira, 18/10.

Apresentado pelo Monge Satyanatha, mestre em meditação pelo monastério de Kauai, no Havaí, o evento ao vivo trouxe diferentes perspectivas sobre a nostalgia e como ela pode ser uma ferramenta de reconexão e bem-estar, ressaltando também a necessidade de se manter atento aos momentos em que o nostálgico pode afastar da realidade e afetar negativamente o dia a dia. 

Últimos dias para conferir o conteúdo especial do Atma

Disponível apenas em outubro: aproveite agora a seleção especial de meditações guiadas por Satyanatha. O tema de outubro no Atma é “Criança Interior”, para você se conectar a sua essência e ao começo de tudo.

ATMA Seu app de meditação
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade