PUBLICIDADE

9 plantas consideradas tóxicas para as calopsitas 

Mantê-las fora do alcance das aves é importante para garantir sua segurança e bem-estar

5 dez 2023 - 10h02
Compartilhar
Exibir comentários

A calopsita é uma ave originária da Austrália, famosa por sua personalidade carismática e capacidade de imitar sons, como assobios e palavras simples. Reconhecida por sua sociabilidade com humanos e inteligência, é frequentemente criada como animal de estimação.  

Para as calopsitas, todas as partes do lírio, incluindo folhas, pétalas e caule, são altamente tóxicas
Para as calopsitas, todas as partes do lírio, incluindo folhas, pétalas e caule, são altamente tóxicas
Foto: Anton Nikitinskiy | Shutterstock / Portal EdiCase

É comum que as pessoas tenham plantas em casa para decorar e criar um ambiente mais agradável. No entanto, é importante ter consciência de que algumas delas podem representar perigos para as calopsitas, que são aves sensíveis. 

Por isso, a seguir, conheça algumas espécies de plantas que podem ser perigosas para as calopsitas! 

1. Lírio (Lilium spp.) 

Os lírios são plantas com flores grandes e vistosas, geralmente com pétalas alongadas e coloração vibrante, como branco, rosa ou laranja. Para as calopsitas, todas as partes do lírio, incluindo folhas, pétalas e caule, são altamente tóxicas, podendo causar insuficiência renal aguda e até mesmo ser fatal se ingeridas. 

2. Espada-de-são-jorge (Sansevieria spp.) 

São plantas ornamentais com folhas longas e espessas, com padrões listrados ou uniformes em tons de verde. Para as calopsitas, as saponinas presentes nas folhas podem levar a irritações gastrointestinais, resultando em vômitos e diarreia. 

3. Azaleia (Rhododendron spp.) 

As azaleias são arbustos com flores em tons vibrantes de rosa, vermelho, branco ou roxo. Suas folhas são verde-escuras. Para as calopsitas, a ingestão pode causar problemas cardíacos, vômitos, diarreia e salivação excessiva. 

4. Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia seguine) 

Caracteriza-se por folhas grandes e vistosas, geralmente manchadas com tons de verde e branco. Os cristais de oxalato de cálcio presentes nas folhas podem causar irritação severa na boca e garganta das aves se ingeridos. 

5. Antúrio (Anthurium spp.) 

Possui folhas brilhantes em formato de coração e inflorescências coloridas em tons de vermelho, rosa ou branco. As calopsitas podem sofrer irritação no trato digestivo ao consumir partes dessa planta. 

6. Tulipa (Tulipa spp.) 

As tulipas são flores de formas elegantes e variadas, disponíveis em diversas cores vibrantes. Todas as partes da planta são tóxicas para as calopsitas, causando desconforto gastrointestinal se ingeridas. 

A seiva leitosa da flor “Bico-de-papagaio” pode causar irritação e problemas gastrointestinais nas aves
A seiva leitosa da flor “Bico-de-papagaio” pode causar irritação e problemas gastrointestinais nas aves
Foto: Pixel-Shot | Shutterstock / Portal EdiCase

7. Bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima)  

Conhecida como flor de Natal, essa planta tem brácteas coloridas que se assemelham a pétalas e podem ser vermelhas, brancas, rosas ou variegadas. A seiva leitosa pode causar irritação e problemas gastrointestinais nas aves. 

8. Mamona (Ricinus communis) 

Possui folhas grandes e palmeadas e produz sementes espinhosas que contêm ricina, uma substância altamente tóxica. A ingestão pode ser fatal para as calopsitas, causando problemas gastrointestinais graves e até a morte. 

9. Hera (Hedera spp.) 

Essa planta tem folhas verdes brilhantes e muitas vezes é encontrada escalando estruturas ou árvores. As calopsitas podem ter irritação na boca e sintomas gastrointestinais se ingerirem qualquer parte da planta.

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade