2 eventos ao vivo

Penteados com chapéu dão charme à produção no verão e outono

18 mar 2014
07h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Acessório bastante usado durante toda a temporada de verão, o chapéu também pode incrementar a produção feminina nos meses de outono, época em que os dias também são bastante ensolarados. Para dar ainda mais charme ao visual, penteados inspirados em celebridades como Camila Pitanga, Juliana Paes e Alessandra Ambrósio deixam de lado qualquer ar de desleixo com os fios, além de protegê-los dos malefícios do sol e do vento, característicos da próxima estação.

“É um erro jogar o cabelo indiscriminadamente para dentro do chapéu. Hoje em dia, a ideia é tirar e colocar o acessório, então, convém pensar no penteado”, diz Astrid Façanha, professora do bacharelado em Design de Moda do Centro Universitário Senac. Com abas largas ou estreitas, feitos de palha ou feltro, na versão panamá, fedora ou cowboy: o que determina o penteado é o estilo do chapéu.

Soltinho ou com a franja jogada para o lado pode ficar o cabelo de quem optar pelos modelos com a aba um pouco mais larga, como fedora e cowboy. “Ele pode estar natural ou levemente cacheado”, sugere Astrid. Aqui, as mulheres com madeixas lisas levam vantagem, pois precisam apenas passar um finalizador antes de colocar o item, enquanto os fios cacheados devem ser escovados ou totalmente acertados com a ajuda do babyliss.

Com trama fechada e aba média, a modelagem panamá confere ar tropical ao look, por isso pede algo mais displicente, também com os fios soltos. Nesses dois tamanhos, o item permite o uso do rabo-de-cavalo feito na altura da nuca ou na lateral, sendo, em ambos os casos, preso na ponta com um acessório “apagado”, para não carregar a produção.

Já para contrastar com a discrição dos chapéus de aba curta, estilo coco e cloche, a mulher pode apostar em um coque baixo bagunçado, em que o cabelo seco é amarrado como rabo-de-cavalo e preso desalinhadamente com um grampo.

A escolha do chapéu
Para não fazer feio, o acessório precisa estar em harmonia com o formato da face. “Rosto pequeno e triangular fica melhor com chapéu de aba curta e copa baixa, tipo o coco. Já no rosto longo cai bem o panamá, que não alonga. Enquanto isso, os quadrados combinam com a aba larga e a copa alta do cowboy. E o formato redondo pode apostar no cloche”, ensina a especialista.

Veja também:

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade