PUBLICIDADE

Mulheres da Geração Z preferem homens 'do jeito antigo'

Resultado de pesquisa os Estados Unidos surpreende: será que a Geração Z é “antiquada”?

29 mar 2023 - 06h20
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Adobe Stock

Nascida entre a segunda a metade da década de 1990 e o início do ano 2010, a Geração Z é digital desde o berço e adota os comportamentos mais liberais, porém, em termos de relacionamento, ela acaba agindo como as gerações anteriores.

Esse é um dos resultados da pesquisa Bumble’s State of the Nation 2023, realizada nos Estados Unidos. Segundo a pesquisa, 40% das mulheres americanas preferem que os homens liderem a relação. A surpresa, no entanto, é que 47% da Geração Z assina embaixo que os homens devem liderar a relação.

Apenas 11% das pessoas disseram que as mulheres deve liderar a relação e tomar iniciativas como convidar para sair.

“Apesar de todos os avanços em relação à igualdade de gêneros, na área dos relacionamentos o pensamento ainda é bem tradicional, com papéis de gêneros também tradicionais”, disse Jessica Small, terapeuta na Growing Self Counseling & Coaching, de Denver, EUA. 

Mulheres hesitam em tomar a iniciativa

“Como terapeuta de casais, eu observo sempre que as mulheres tendem a hesitar em tomar a iniciativa, especialmente quando o relacionamento está no início. A expectativa dela é que o homem tome a iniciativa, convide para sair e pague a conta”, completa ela.

Uma vez que o relacionamento fica consolidade, as mulheres assumem a liderança do relacionamento.

“As mulheres geralmente tomam conta de tudo que se relaciona à casa, aos filhos, à agenda social e às refeições da família”, diz a terapeuta. “As mulheres querem mais igualdade, mas não querem que os homens assumam esses afazeres.”

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da COMPASSO, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade