0

Tici faz 44 anos e fala sobre botox errado e sonho de atriz

Apresentadora conta que já passou perrengue fashion e ainda quer viver "Garota de Ipanema", em homenagem à mãe

16 jun 2020
14h37
atualizado em 17/6/2020 às 08h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Ticiane Pinheiro (Foto: Reprodução/Instagram/@ticipinheiro)
Ticiane Pinheiro (Foto: Reprodução/Instagram/@ticipinheiro)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Ticiane Pinheiro completa 44 anos nesta terça-feira (16) e confessa que adora comemorar aniversário, principalmente quando faz número par. Em live no perfil do instagram do "Elas no Tapete Vermelho", a apresentadora do programa "Hoje em Dia", contou que pediu para trabalhar hoje para comemorar com a equipe e revelou que um de seus desejos é viver o papel de "Garota de Ipanema" no cinema, em homenagem à sua mãe, Helô Pinheiro. "Fiz curso de atriz e faculdade de cinema, em testes, sempre me dei melhor como apresentadora, mas tenho a vontade de viver esse papel", disse a mãe de Rafaella e Manuella.

Casada com o jornalista Cesar Tralli, da Rede Globo, a apresentadora da Record disse que ambos não conversam sobre trabalho em casa. Durante a live, Tici Pinheiro contou ainda sobre como é ter duas filhas com diferença de 10 anos (Rafaella completa 11 anos dia 21 de julho e Manuella, faz 1 ano, dia 12 do mesmo mês).

Falou de moda, qual a peça que mais ama, revelou um segredo de beleza para ficar bem em lives sem muito esforço e contou um perrengue fashion. Afirmou que não faz muitos tratamentos estéticos e que ficou traumatizada na primeira vez que colocou botox: "Minhas bochechas ficaram enormes." Lembrou ainda que nesta quarta-feira (17) estreiam episódios inéditos do reality "Troca de Esposas", ás 22h30, na Record.

Tici Pinheiro (Foto: Reproduição/Instagram/@ticipinheiro)
Tici Pinheiro (Foto: Reproduição/Instagram/@ticipinheiro)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Cores

"Gosto de roupas mais lisas e com cores, porque levanta o astral. Amo laranja, azul, pink, mas gosto de brincar com as cores, por exemplo, se o look for amarelo, usar um sapato laranja. Se for pink, um cinto vermelho".

Peça curinga

"Calça jeans não pode faltar no meu armário. Para sair sair à noite, com camiseta e blazer. Com tênis, fica um look mais descolado; dá usar com uma blusa mais arrumada. ou com escarpim. Gosto do modelo skinny, mas sequinha. Em casa, ador ficar com moletom tipo mano, largão, de arco-íris."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Perrengue fashion

"Já aconteceu duas vezes. Uma delas eu comprei um vestido para um casamento, avisei na loja para que evento era, e quando cheguei, a madrinha estava com o mesmo vestido, que era bege e dourado. Fiquei morrendo de vergonha. Eu estava no começo do namoro com o Roberto Justus e tinha muitos fotógrafos. A sorte é que a faixa etária era diferente. A outra pessoa era uma senhora. Outro perrengue foi quando eu estava solteira de novo e a Rafa não estava em casa. Fui a uma festa da Record e para me arrumar, minha stylist, a Tamara Guzman, foi em casa e me ajudou. Na volta, não consegui abrir o zíper, tive que cortar o vestido, que era emprestado. Eu só pensava que tinha que pagar o vestido. Mas não precisei, porque o evento teve muito retorno de mídia e a loja entendeu."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Mãe de duas meninas

"Sempre quis ter dois filhos, mas nunca imaginei que fosse tão distante uma da outra. O bom é que a Rafa ajuda muito. Aprendeu a trocar fralda, dar banho. Ela tem muito senso de responsabilidade. Já, enquanto a Manu está dormindo, eu brinco de boneca com a Rafa. Dá muito certo."

Outro filho

"Tenho vontade de ter mais um filho, sim. Antes, com 40 anos, a mulher era considerada velha para ser mãe. Dizem que se você já tem um filho, depois do 40 é mais fácil engravidar. Hoje, não estou fazendo nada para evitar. Estou como a música: 'deixa a vida me levar', se tiver que ser será. Seria bom ter agora, porque também é legal ter filhos com idade próximos. Pode dar mais trabalho, mas quando crescem, são companheiros. Posso falar porque tenho irmãos quase da mesma idade, tipo escadinha. A gente sempre brincou juntos." (Tici é a terceira dos quatro irmãos, que são Kiki Pinheiro, Jo Pinheiro e Fernando Pinheiro Júnior) .

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Menino ou menina

"Eu sempre achei que ia ter meninos, porque sou muito estabanada, mas se vier mais uma menina, ficaria muito feliz. A Rafa diz que quer um menino."

Ritmo na quarentena

"A Rafa sente muita falta dos avós, principalmente de minha mãe, que brinca muito de boneca com ela e inventa histórias. Eu to brincando com a Rafa agora com as histórias que minha mãe inventa. Todos os finais de semana eles vinham em casa. Hoje, nos falamos muito por Facetime. A Rafa fala que a quarentena tem um lado bom, que é estar em casa. Para mim, tem o lado bom de participar mais com ela da escola. Como ela está numa escola americana, o ano letivo já terminou lá e ela se formou. Agora vai para o sexto ano. Com a Manu foi legal, porque vi seu primeiro engatinhar, a primeira vez que ela ficou em pé e suas primeiras palavras, que foram "mamã". Teria perdido essas coisas se estive com o ritmo normal de trabalho. Essa parada teve o lado bom, para curtir mais os filhos. Mas uma coisa muito dolorida é não poder dar um abraço nos meus pais, nos meus irmãos. No meu aniversário, eu faria um jantar com a família. Vou ter apenas uma mesa com meu marido, com a Rafa e com a Manu. É maravilhoso, mas queria a família toda, porque a gente gosta dessa bagunça."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Trabalho

"No trabalho, fazemos revezamento de apresentadores e antes tinha cinco câmaras, agora só dois. Ficamos todos de máscara, que tiramos só para apresentar. Chego lá, vou para o meu camarim, coloco a roupa do programa, vou para o estúdio. Quando acabo, volto para o camarim, me troco de novo. Em casa, deixo o sapato na porta, vou correndo pro chuveiro, tomo banho e, só aí, vou brincar com as meninas."

Prova de roupa online

"Estou fazendo a prova de roupa online. A Tâmara me manda a mala, provo e mostro por Facetime e vamos vendo o que fica bom e o que não fica. São roupas emprestadas. Ela separa em sacos plásticos e, antes de mandar, espirra Lysoform em tudo. Levo a mala para a Record e lá a camareira passa steamer, aquele vapor quente."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Cesar Tralli

"Conheci o Cesar num salão de beleza onde faço as sobrancelhas e ele também, porque as dele são juntas. Cheguei um dia e ele estava lá. Depois, a pessoa que faz as sobrancelhas me disse que ele pediu meu telefone e se podia dar. Disse que sim, porque já estava solteira na época. Ele demorou uns 15 dias para ligar. E foi assim, começamos a nos ver como amigos, começamos a namorar e casamos. Em casa, não falamos de trabalho. Nós dois trabalhamos bastante e, quando chegamos, falamos de outras coisas, menos trabalho."

Roberto Justus

"Eu e o Roberto temos uma relação muito boa, que vai ser para a vida toda. É tudo muito cordial e bacana. Sempre que precisa resolver algo sobre a Rafa nos falamos por telefone. Cada fim de semana ela fica em uma casa. É um exemplo para todo mundo."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Beleza

"Não estou fazendo nada no cabeleireiro. Faço luzes com o Romeu Felipe, mas está fechado. Acho que volta em julho. Estou louca para voltar, porque as raízes estão escuras. Os cuidados, eu mesma faço. Vou provando os cremes e fazendo hidratação. No programa, o make e o cabelo são feitos com revezamento entre a Giovana Botelho e, quando ela não pode, é Eduardo Guimarães. Quando vou pra lá, dá até uma levantada na autoestima. Em casa, quando vou tirar foto ou gravar, mesmo que não saindo, faço a pele e, muitas vezes, passo um batom vermelho. É meu segredo. Este da Live é da "Quem Disse Berenice" e recebi da Gabriela Priori."

Execícios na quarentena

"Tiro meia hora do dia para fazer exercícios, Faço sem peso mesmo, com o corpo, como abdominal, agachamento. Vou no canal do Youtube do Marcio Lui, e faço. Não tenho horário fixo. Às vezes, levanto 6h, com o Cesar, mesmo sem ter que fazer o programa e faço essa meia hora. Um dia, eu estava brincando com a Rafa de boneca e falei para ela que ia levar as bonecas no pediatra, e qye já voltava. Enquanto isso, ela tinha que ficar trocando e dando banho nas outras bonecas, porque a gente fingiu que tinha um orfanato. Sai com as bonecas e fiz os exercícios no meu quarto. Enquanto isso, ela ficou com a Manu brincando."

Botox errado

"Não sou uma pessoa que faço procedimentos de tirar manchas, de colocar colágeno etc. Talvez tivesse que fazer, até pela idade, mas não tenho ideia do que tenho que fazer. Não sou muito adepta dessas coisas. Sou muito mais natureba, porque minha mãe sempre foi. A única coisa que faço é Botox, mesmo assim, já deu errado. A primeira vez que eu fiz, fiquei com as bochechas grandes e cada vez que eu ria, todo mundo perguntava se eu tinha engordado. Foi um Botox mal-feito. Fiquei traumatizada. Até que conheci um dermatologista bom, fiz de novo e ficou suave. A única coisa desses procedimentos que eu tenho feito é Botox. Antes da pandemia, fazia drenagem no corpo, duas vezes por semana. Agora, estou há 3 meses, sem fazer nada."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Importância da mãe

"Desde pequena acompanhei minha mãe, nos programas que ela apresentava. Quando tinha 7 anos, passei no teste para apresentar o TV Criança. Nesta fase, eu já tinha noção que minha mãe era famosa, porque eu acompanhava, mas achava que toda mãe fazia a mesma coisa, que toda mãe era apresentadora, não percebia a diferença com outras mães. Tenho muito orgulho dela. Uma mulher que encantou dois grandes músicos, com sua beleza e seu balançado. Mas acho que eles viram além da beleza exterior, enxergaram aquela mulher por dentro. E ela soube levar o título (de Garota de Ipanema) de forma muito legal. A história dela é bonita. Nunca se envolveu em um escândalo. Sempre foi muito família, muito séria. Teve 4 filhos e é casada com meu pai até hoje. Sempre foi um ídolo para mim e sempre me ensinou muito. Me ensinou a ser pontual, responsável, correta, profissional. Tudo que eu sei na vida, devo á minha mãe, e também ao meu pai. Mas eu falo dela, por ter seguido seus passos como artista".

Garota de Ipanema

"Me formei em jornalismo por conta de minha mãe. Depois, fiz faculdade de cinema. Fui morar no Rio, e lá fiz "Sitio do Picapau Amarelo", "Zorra Total", algumas participações em novelas. Eu queria trabalhar todo dia, mas não era assim, então fui fazer Faculdade de Cinema. Lá trabalhei como diretora de arte, assistente de direção, fiz curtas. Francoise Forton e Samara Filipo estudaram comigo. Hoje, com duas filhas e tudo, com a rotina, fazer novela seria uma loucura. Como apresentadora, tenho aquele horário que começa e termina, tenho uma vida mais tranquila. Mas tenho vontade de, algum dia, interpretar minha mãe no cinema, como a Garota de Ipanema."

Fofoca

"Não guardo rancor de ninguém. Se vejo alguma coisa que me deixa magoada nas redes, eu apago, bloqueio. Fofoca é muito chato. Nunca tive que me explicar sobre nenhuma fofoca, mas se tiver, hoje, há os canais do Instagram, do Youtube para isso."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ticiane Pinheiro 🅰️+ (@ticipinheiro) em

Projetos

"Nesta quarta-feira (17), estreia episódios inéditos de "Troca de Esposas", as 22h30, na Record. Tínhamos dado uma parada. Na quarentena, eu comecei a me renovar. No Youtube, fiz experiências com a Rafa, ensinou a fazer máscaras, mostrei a importância de lavar as mãos. Gravei gravei episódios com crianças, incluindo a Rafa, para falar sobre a pandemia. Gravei programas com mulheres empreendedoras, que logo estarão no ar. São mulheres que se reinventaram, trocaram de área, como uma dentista que virou chocolatier, uma advogada que largou tudo para abrir um brechó e outras histórias. Tenho outro projeto para meu canal para mulheres aos 40 anos. Estou gravando tudo pelo aplicativo Zoom. Estou aprendendo muito e pensando no que eu vou empreender na minha vida. Mas ainda não foquei.  Sou geminiana, cada dia quero ser algo."

Estilo

"Isso se reflete também no meu estilo. Um dia eu acordo, quero ser hippie; outro dia, quero ser patricinha, desencanada, outro dia, quero ser "fancy". palavra que a Rafa me ensinou, que mistura looks largos com shortinhos. Tenho muitas personalidades, porque geminiana é muita numa só."

Veja a live completa abaixo

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Veja a Live completa com @ticipinheiro e @roespinossi

Uma publicação compartilhada por Elas No Tapete Vermelho (@elasnotapetevermelho) em

Veja também:

Aline Weber e noivo indígena pedem ajuda ao Xingu
Elas no Tapete Vermelho
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade