1 evento ao vivo

Prefeitura de São Paulo amplia a vacinação para zona leste

A ampliação da vacinação foi definida depois que um macaco foi encontrado morto no Parque Ecológico do Tietê, na zona leste.

13 nov 2017
18h15
  • separator
  • comentários

O secretário de Saúde do Estado de São Paulo, David Uip, anunciou na sexta-feira (10) o fechamento do Parque Ecológico do Tietê, na Zona Leste da capital paulista. A decisão foi tomada depois que o governo confirmou a morte de mais um macaco infectado com febre amarela. Esse é o 16º parque fechado em São Paulo após mortes de macacos, o primeiro a ser fechado foi o Horto Florestal, na zona norte.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, o macaco veio de Cajamar, na Grande São Paulo, com sinais de que tinha sido eletrocutado e foi atendido no Centro de Recuperação de Animais Silvestres dentro do Parque Ecológico do Tietê. Ainda não se sabe se o macaco foi contaminado em Cajamar ou no Tietê, porém dado o risco de que ele tenha sido infectado no parque ou contaminado mosquitos na área, a unidade fica fechada a partir de hoje como prevenção.

Devido aos últimos acontecimentos, o governo estadual anunciou que a vacinação contra a doença será estendida para dois barros na zona leste e mais 15 municípios da região metropolitana de São Paulo. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, os moradores da região não precisaram se encaminhar para nenhuma Unidade Básica de Saúde (UBS), pois a vacinação será de casa em casa. No entanto, a data de início da imunização ainda não foi informada.

"As equipes de saúde da Prefeitura irão diretamente nas casas dos bairros citados e a vacinação contra a febre amarela continua a ser realizada nas unidades de referência da região apenas para as pessoas que forem viajar para áreas com recomendação de vacinação contra a febre amarela", informou, em nota.

Além disso, o órgão ressaltou novamente que a população não deve atacar os animais, já que apesar de ser hospedeiro da doença, o macaco não transmite o vírus para a população. O responsável pela transmissão é o mosquito Aedes aegypti.

Região metropolitana

O governo estadual estendeu também a vacinação para bairros de mais 15 municípios das regiões do Alto Tietê e Osasco. Além de outros quatro municípios (Guarulhos, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Cotia) que já tinham vacinação mas continuarão com as ações. O governo pretende aplicar 2.229.072 doses do imunizante na região metropolitana até dezembro. Para isso, conta com o envio de 2,8 milhões de novas doses de vacinas ?nos próximos dias?, disse David Uip.

Na zona norte da capital, até o momento, 791.505 doses já foram aplicadas, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. Na semana passada, a Secretária Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo informou que dez pessoas continuam sob observação após suspeita de febre amarela.

Minha Vida

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade