PUBLICIDADE

Lábios ressecados? Evite 5 erros comuns e resolva de vez

Veja o que deve ser evitado para não piorar os lábios rachados e ressecados e aprenda a tratar a condição, principalmente no frio

28 mai 2022 17h05
ver comentários
Publicidade
Lamber os lábios favorece o ressecamento
Lamber os lábios favorece o ressecamento
Foto: Shutterstock / Alto Astral

A temporada de outono-inverno é conhecida por trazer os dias mais frios do ano e várias regiões do corpo acabam sofrendo com a queda brusca das temperaturas. Um grande exemplo disso são os lábios que ficam ressecados e começam a rachar durante essa época. Além do aspecto de descamação, a boca pode ficar cortada, arder e até sangrar. 

"Durante o inverno, há uma diminuição da produção natural das glândulas que lubrificam a região, então a pele fica realmente menos hidratada. Além disso, o clima seco facilita a perda de água na região", explica a dermatologista Paola Pomerantzeff. Mas a culpa disso tudo não é só frio, viu? Alguns hábitos podem piorar ainda mais o quadro. Veja quais são: 

Lamber os lábios

Você sente a região seca e logo a umedece com saliva, né? Embora pareça funcionar na hora, esse hábito é bastante prejudicial, porque diminui o pH, piorando o ressecamento. Com isso, os lábios costumam apresentar microfissuras, ardência e vermelhidão. Portanto, nada de lamber! Opte sempre por hidratantes próprios para a área. 

Abusar da água quente

Um dos princípios do skincare é nunca lavar o rosto com água quente para não prejudicar a pele e causar efeitos indesejados, como a oleosidade. E o mesmo vale para os lábios, sabia? Isso porque a temperatura elevada da água retira os óleos naturais da região, responsáveis pela hidratação. Também vale ficar de olho no tempo que você passa no chuveiro quente e sempre dar preferência à água morna ou até fria. 

Exposição solar

Mais uma vez, as regras de cuidados com a pele se aplicam para a boca: nada de se expor ao sol sem proteção! Logo, assim como usamos protetor solar no rosto, devemos aplicar também um protetor labial com FPS (fator de proteção solar) antes de sair. Assim, você evitará a piora no ressecamento e também as queimaduras do sol.

Os aromas podem ser vilões

Passar um protetor labial com cheirinho de morango é maravilhoso, né? No entanto, os aromas não fazem tão bem assim para os lábios, pois as fragrâncias podem irritar a pele, favorecendo as rachaduras. O ideal é apostar em produtos livres de cheiros ou sabores e com proteção solar. 

Nem todos os ingredientes ajudam mesmo

Nem todo hidratante para os lábios vai mesmo ajudar no ressecamento e a causa disso está na fórmula de cada um. Durante o ressecamento, vale evitar os seguintes ingredientes, principalmente no uso frequente: ácido salicílico devido à ação esfoliante; mentol ou hortelã, responsáveis pela sensação de frescor; e aldeído cinâmico, substância que dá cheirinho de canela, mas pode irritar peles sensíveis. 

Resolvendo de vez os lábios rachados e ressecados

Segundo a dermatologista, para garantir lábios macios e hidratados, é recomendado apostar em produtos hidratantes, preferencialmente à base de ácido hialurônico ou ceramidas, com ingredientes que selem a umidade. O uso deve ser feito duas vezes ao dia ou conforme as necessidades da região. E não se esqueça de beber bastante água, viu? 

Todavia, se esses hábitos não forem suficientes para melhorar o aspecto dos lábios e eles permanecerem ressecados e com rachaduras, é hora de procurar a ajuda de um especialista. "Às vezes, pode ser um sinal de deficiências vitamínicas, doença inflamatória intestinal, infecções fúngicas, dermatite de contato, dano solar excessivo, dentaduras mal ajustadas ou efeitos colaterais de medicamentos", alerta Paola. 

Fonte: Paola Pomerantzeff, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Alto Astral
Publicidade
Publicidade