PUBLICIDADE

Frio aumenta casos de infarto, alerta cardiologista

A onda de frio pode ser perigoso para quem sofre de cardiopatias, pois a temperatura aumenta casos de infarto e outros eventos cardiológicos

22 mai 2022 10h05
ver comentários
Publicidade
O frio pede cuidado com a saúde do coração
O frio pede cuidado com a saúde do coração
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Depois de muitos estranharem os dias tão quentes já no outono, parece que o clima resolveu mudar de vez e uma onda intensa de frio atingiu várias partes do país. Com temperaturas de apenas 1 dígito e sensação térmica ainda menor, o tempo gelado costuma exigir mais precauções com a saúde.

Além dos cuidados com as doenças respiratórias, outro alerta tem chamado atenção: a maior incidência de infartos durante o frio — doença que lidera a causa de óbitos entre os brasileiros. Logo, não há tempo a perder, viu? É fundamental entender como os poucos graus afetam a saúde do coração e aprender a se prevenir desses eventos. 

"A condição se dá porque as temperaturas mais baixas exigem que o organismo regule sua atividade metabólica para produzir mais calor, aumentando a atividade corpórea, enquanto o frio força o espasmo das artérias coronárias, que se contraem. Com maior esforço, o coração pode sofrer com arritmias, passar por uma insuficiência cardíaca e até apresentar um infarto", alerta a cardiologista Priscilla Gianotto Tosello. 

Grupo de risco:

Embora todas as pessoas devam fazer check-ups anualmente para observar como anda a saúde do coração e manter hábitos saudáveis e preventivos, a atenção precisa ser redobrada com quem já integra o grupo de risco, visto que são pacientes pré-dispostos a sofrer eventos cardiológicos, ou seja, com maior chance. 

"Quem é tabagista, hipertenso, diabético, sedentário, está com sobrepeso ou obesidade, ou apresenta doenças cardíacas deve ficar mais atentos a sinais como cansaço, dores e formigamento nos braços, dores no peito, tonturas, náuseas, suor intenso e mal-estar. A qualquer sintoma, é essencial buscar ajuda médica", explica a especialista. 

Dicas para o frio:

Pensando na importância de cultivar os hábitos certos durante as baixas temperaturas, Priscilla elencou algumas dicas importantes, que devem ser colocadas em prática nos dias gelados para preservar a saúde. Veja só: 

  • Não descuide da alimentação! Embora seja costume abusar de alimentos calóricos no frio, o melhor é manter uma dieta saudável, preferindo caldos leves, ricos em legumes, verduras, carnes magras e grãos, porque não aumentam o peso corporal;
  • Mantenha-se ativo, já que o estilo de vida pouco saudável e sedentário causa aterosclerose, a formação das placas de gorduras responsáveis por entupir artérias; 
  • Quando bater a vontade de tomar bebidas quentinhas, opte pelos chás e evite bebidas alcoólicas ou gordurosas;
  • Não deixe de tomar a medicação habitual;
  • Na hora de praticar atividades físicas, prefira lugares cobertos e aquecidos para não tomar friagem. 

Fonte:  Priscilla Gianotto Tosello, cardiologista com especialização em Imagem Cardiovascular pelo Instituto do Coração (INCOR), da Clínica Tosello. 

Alto Astral
Publicidade
Publicidade