0

Programa ajuda pacientes com câncer a congelar óvulos

24 out 2012
08h54
  • separator

Nos últimos anos aumentaram os casos de mulheres em idade reprodutiva com câncer. Paralelamente, os avanços no diagnóstico precoce, aliados as cirurgias, radioterapia e quimioterapia contribuíram para a sobrevida das pacientes que, após o tratamento, pensam em ter filhos a médio ou longo prazo. O que poucas pacientes sabem - quando recebem o diagnóstico de câncer - são dos efeitos da quimioterapia e da radioterapia no aparelho reprodutivo que causam perdas de 40% a 80% da fertilidade, dependendo do estágio da doença. Os danos vão desde falência ovariana prematura - em mulheres com menos de 40 anos de idade - até alterações no útero aumentando o risco de abortamento.



Para preservar a fertilidade das pacientes diagnosticadas com câncer foi criado o Acesso Oncofertilidade, com a proposta de preservar a fertilidade da paciente, antes de começar o tratamento contra o câncer, para que possa realizar o sonho de ser mãe a médio ou longo prazo.



Participar do Acesso Oncofertilidade é simples, basta ligar no 0800 774 4404. Neles estão todas as informações necessárias para o envio da documentação. São necessárias cópias da declaração do oncologista ¿ confirmando o diagnóstico, o tratamento e os procedimentos ¿ e do fertileuta habilitando a paciente a realizar tratamento com hormônios.



Após a avaliação de que está apta a realizar a coleta dos óvulos, a ProBEM tem até dois dias úteis para dar um retorno a paciente sobre sua aprovação no programa. No caso da inclusão, a paciente poderá comprar os medicamentos com 50% de desconto nos deliveries credenciados no programa e a possibilidade de um abatimento nas despesas médicas com a coleta de óvulos nas clínicas cadastradas no Acesso.



Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Terra
publicidade