PUBLICIDADE

Esmalte: conheça 5 substâncias que podem fazer mal à saúde

Especialista alerta sobre composições presentes nas fórmulas de esmalte que podem causar danos às unhas

26 nov 2023 - 16h49
(atualizado em 27/11/2023 às 17h30)
Compartilhar
Exibir comentários

Os esmaltes são itens de beleza populares, utilizados para aprimorar a aparência das unhas. No entanto, muitos desconhecem os perigos que podem estar escondidos nas cores brilhantes e na elegância que esses produtos proporcionam. 

A fórmula de alguns esmaltes podem conter substâncias nocivas para a saúde -
A fórmula de alguns esmaltes podem conter substâncias nocivas para a saúde -
Foto: Shutterstock / Alto Astral

De acordo com Julinha Lazaretti, bióloga e cofundadora da Alergoshop, é fundamental fazer escolhas criteriosas ao selecionar os itens, uma vez que alguns contêm componentes maléficos em suas fórmulas, que podem afetar a saúde do usuário.

"É essencial que os consumidores estejam conscientes da importância de ler atentamente os rótulos das embalagens de esmaltes antes de fazer uma compra, pois a saúde das unhas e da pele pode estar em jogo", alerta ela. 

Diante desse cenário, a especialista compartilhou 5 substâncias presentes em algumas fórmulas de esmaltes que podem provocar danos à saúde e, por isso, devem ser evitadas. Confira:

Bisfenol A

O componente possui a capacidade de imitar hormônios no corpo humano, agindo como um disruptor endócrino. Esse fenômeno representa uma ameaça considerável à saúde, uma vez que desregula o equilíbrio hormonal do organismo.

A exposição ao Bisfenol A por meio de esmaltes pode resultar em efeitos adversos, incluindo complicações no desenvolvimento, riscos à fertilidade e potenciais impactos em doenças crônicas.

Formaldeído

O formaldeído é altamente prejudicial quando presente em esmaltes. Essa substância química é conhecida por sua toxicidade e irritação potencial, pois pode liberar vapores tóxicos durante a aplicação e secagem dos esmaltes.

A exposição prolongada ao formaldeído pode resultar em uma variedade de problemas de saúde, incluindo irritação dos olhos, nariz e garganta, além de problemas respiratórios e até desenvolvimento de câncer. 

Tolueno

O tolueno é outro componente prejudicial quando encontrado em esmaltes. Este solvente químico, comumente utilizado em tintas, vernizes e colas, representa uma ameaça à saúde quando inalado ou absorvido pela pele.

A exposição ao tolueno pode causar danos ao sistema nervoso central, levando a sintomas como tontura, dor de cabeça e confusão. Além disso, a inalação contínua de vapores de tolueno pode afetar a saúde respiratória, causando irritação nos pulmões e aumentando o risco de problemas respiratórios mais graves.

Xileno

Esse solvente químico é frequentemente utilizado em produtos industriais, tintas e vernizes. A exposição ao xileno pode causar irritação dos olhos, nariz e garganta. No entanto, o que torna o xileno ainda mais alarmante é o seu potencial de afetar o sistema nervoso central.

Pessoas que têm contato frequente com o xileno podem experienciar sintomas como tontura, náusea, dor de cabeça e confusão, indicando problemas neurológicos.

Ftalatos

Os ftalatos, quando presentes em esmaltes, representam uma séria ameaça à saúde, por estarem associados a riscos à saúde reprodutiva e ao desenvolvimento humano.

A exposição contínua a ftalatos pode resultar em desequilíbrios hormonais, afetando a fertilidade e, ao mesmo tempo, interferindo no desenvolvimento normal de órgãos e sistemas do corpo.

Alto Astral
Compartilhar
Publicidade
Publicidade