PUBLICIDADE

Empoderamento feminino: 5 dicas para mulheres que buscam a independência financeira

No Dia Internacional da Igualdade Feminina, veja como atingir a independência financeira através de um plano de metas e prioridades!

26 ago 2021 16h05
ver comentários
Publicidade
A conquista da independência financeira também faz parte do empoderamento feminino
A conquista da independência financeira também faz parte do empoderamento feminino
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Quantas mulheres totalmente independentes financeiramente você conhece? E você, já conquistou a sua? O empoderamento feminino é um dos assuntos mais abordados na sociedade atual, no entanto, sempre é válido reforçar que essa meta também passa pelo âmbito econômico e é importante que, cada vez mais mulheres tenham consciência disso. 

Pensando nisso, a Alto Astral reuniu 5 dicas que consideramos primordiais para que todas as mulheres tenham em mente durante esse processo de conquista da independência total financeira. São elas: 

Estude meios de alcançar a independência financeira 

Ferramentas como o YouTube viabilizam o acesso a conteúdos desenvolvidos por profissionais que atuam em diversos setores, ligados à economia, e possuem dicas valiosas para quem quer buscar essa independência financeira. Um exemplo de canal que já ensinou diversas mulheres a atingirem esse objetivo é o Me Poupe! da especialista em finanças Nathalia Arcuri. 

Entre outros temas, Nathalia sempre reforça a importância de estudar sobre investimentos e apostar nesse mercado. Para Henrique Castiglione, investidor, sócio e mentor na EWZ Capital,  a conquista da independência financeira feminina se assemelha a um marco histórico "A capacitação das mulheres como investidoras é mais uma conquista, a meu ver, comparável a entrada das mulheres no mercado de trabalho no pós guerra, sem isso, jamais conseguiríamos atingir uma real igualdade de gêneros", revela Castiglione. 

Defina prioridades 

Se você tem um objetivo que envolve um determinado investimento do seu capital, naturalmente, precisará abrir mão de gastos supérfluos e que podem ser adiados. Esse foi o caso de Amanda Saraiva, estudante de 19 anos que precisou cortar gastos para conseguir dividir a mensalidade da universidade com a mãe "Eu parei de sair, de ir para baladas mais caras e gastar dinheiro com coisas aleatórias porque tenho um objetivo e sei que preciso atingi-lo, pensando no meu futuro", explica a jovem.  

Estipule metas a curto, médio e longo prazo 

Com suas prioridades definidas, agora é hora de focar nas metas. Uma estratégia interessante é se recompensar ao atingir pequenas metas. Pode ser com algo simples mas que tenha um significado de "eu consegui" para você, sabe? Sabemos que manter o foco é um dos maiores desafios na busca por algo, logo, uma autogratificação sempre é bem-vinda.  

Trace um plano de ação 

Com suas prioridades pré-estabelecidas e suas metas estipuladas, vamos ao plano de ação! É interessante apostar em planilhas e/ou arquivos nos quais você consiga visualizar o andamento do seu processo de maneira clara e objetiva. Uma estratégia é apostar em um sistema online de controle mensal ou até mesmo semanal. Assim você se torna sua própria "fiscal" e consegue analisar se está focada ou se desviou do objetivo e em qual momento isso aconteceu a fim de recalcular a rota. 

Tenha sempre uma "reserva de emergência"

Para qualquer que seja o seu objetivo, se programe para ter uma reserva de emergência. Se você está indo morar sozinha. Se seu objetivo é morar fora do Brasil. Se você está querendo pedir demissão e procurar outro emprego. Se você está querendo engravidar. No cenário ideal, você deve ter uma reserva para imprevistos que podem surgir no meio destes ou de outros processos. Trata-se de uma maneira de cumprir o ditado popular "é melhor prevenir, do que remediar". 

Alto Astral
Publicidade
Publicidade