PUBLICIDADE

Críticos detonam sorveteria tradicional de SP e dona reage: 'Palavras duras'

Damp Sorvetes existe desde 1970 e teve avaliação negativa: 'Cheira a sepulcro'

8 mai 2024 - 09h00
Compartilhar
Exibir comentários
Damp Sorvetes foi fundada em 1970
Damp Sorvetes foi fundada em 1970
Foto: Reprodução/Instagram/@dampsorvetes

Tradicional sorveteria de São Paulo, a Damp, com 3 unidades na cidade (Ipiranga, Alphaville e Perdizes), foi fundada em 1970 por quatro amigos italianos. Recentemente, ela apareceu na lista divulgada de piores sorvetes de SP avaliada por quatro jurados dos perfis @ocritico.antigourmet, @gastronomium, @tasterbr, @eduardo.takemi e @mmcintra. 

"Sorvete vetusto e antiquado. Cheira a sepulcro, tem certa contração cadavérica. Vive da memória afetiva de um tempo que já passou. Possivelmente era bom antes da existência de qualquer gelateria séria em São Paulo", diz a crítica.

A análise incomodou Dalmira Soares Domizi, proprietária da Damp Sorvetes desde 1970, que reagiu e respondeu em um post no Instagram oficial da sorveteria. 

"É importante manifestar que, saindo de cena a empresária, enquanto alguém que trabalha com o que gosta e num projeto familiar de toda uma vida, as palavras duras me doeram em lugares muito particulares. Não há como negar!", disse ela em um trecho.

Ela completou dizendo que a Damp Sorvetes sempre valoriza muito as vozes de seus clientes e feedbacks recebidos. "Por isso, aproveitamos a porta aberta pela crítica e os pontos abordados para explicar que: exatamente para atender a experiência de conforto e memória afetiva que nossos clientes buscam, ao mesmo tempo que buscamos inovar sempre, também valorizamos e mantemos as tradições em sabores, apresentações e ambientes. Contudo, sem jamais prejudicar a qualidade de nossos produtos".

Na avaliação, os jurados provaram, sempre que possível, quatro sabores de sorvetes em todos os estabelecimentos visitados: pistache, chocolate, doce de leite e um sorvete base água.

"Entendemos perfeitamente que durante as avaliações os influenciadores buscavam características específicas para a comparação justa com grandes e importantes marcas que estão no mercado, mas reiteramos que o resultado não representa a qualidade de nossos produtos, serviços e tradição", continuou a empresária.

Por fim, ela convida os críticos para visitarem a fábrica da empresa no Ipiranga e "possam conferir pessoalmente o que estamos querendo transmitir neste comunicado sem a pressão de comparações com outros produtos e avaliações pois, só assim, poderão entender nossa essência que nos dá tanto orgulho há décadas", concluiu.

Bacalhau, cobra? Veja sabores de sorvete exóticos pelo mundo Bacalhau, cobra? Veja sabores de sorvete exóticos pelo mundo

Redação Degusta
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade