PUBLICIDADE

Decoração para apartamentos: 4 tipos para se inspirar

Na hora de conferir a decoração para apartamentos, é necessário garantir que tudo ficará perfeito; veja estilos que podem ser utilizados

14 jun 2022 18h00
ver comentários
Publicidade
Descubra os estilos de decoração para apartamentos e escolha o seu favorito
Descubra os estilos de decoração para apartamentos e escolha o seu favorito
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Realizou o sonho de comprar seu próprio apartamento e já quer colocar as decorações nele para deixá-lo com a sua cara? A decoração é realmente uma etapa importante para adicionar elementos de sua identidade no imóvel e ocupar os espaços da melhor forma, porém antes é preciso refletir sobre qual estilo de móveis e acessórios você vai usar. 

Para isso, o primeiro passo é ter a dimensão do tamanho do imóvel e estudar a planta do espaço. Se não for o caso de ter a planta em mãos, utilize uma trena para tirar as medidas dos ambientes que você pretende trabalhar. Outra etapa capaz de agilizar a decoração é a escolha da paleta de cores. Isso porque optar entre cores frias, neutras ou quentes, ajuda a identificar quais elementos podem compor o seu projeto. 

Mas o mais importante na hora de escolher os móveis e objetos decorativos para o seu apartamento é entender os estilos de decorações possíveis para o ambiente e escolher aquele que mais tem a ver com você, viu? Assim, veja a seguir quais são os estilos que estão mais em alta no mercado para se inspirar no seu projeto:

Industrial

O estilo de decoração industrial é aquele que consegue incorporar elementos urbanos em ambientes internos. É uma mistura de referências que juntas combinam o rudimentar com o sofisticado. Os ambientes nesse estilo remetem aos edifícios dos Estados Unidos na metade do século XX. Durante esse período, ficou comum o uso de fábricas e galpões abandonados como moradia por muitos nova-iorquinos. 

Então, as características que compõem a construção desse ambiente passaram a definir este estilo de decoração tão popular nos dias de hoje. Entre os elementos, estão o uso de concreto nos acabamentos, tijolos e tubulações aparentes, janelas grandes e cores como preto e cinza

Minimalista 

Um jeito simples de definir o estilo minimalista é através da ideia de que menos é mais. Os adeptos dessa decoração apostam no uso de poucos elementos de decoração, simplicidade dos móveis e valorização do ambiente. 

O principal da decoração minimalista é a simplicidade: presença de linhas retas e traços geométricos, uso de tonalidades básicas e naturais como branco, preto, cinza, verde, bege, entre outras opções da cartela de cores. Na escolha dos móveis, a premissa é sempre optar por aqueles que não acabem com o espaço livre da casa e cumpram seu objetivo, além de contribuir para um ambiente agradável.

Ou seja, a decoração minimalista é prezar pelo desapego, buscar por ambientes sem excessos na composição, valorizar a limpeza da casa em dia e ainda investir em praticidade. 

Na decoração minimalista, a ideia é não ter excessos
Na decoração minimalista, a ideia é não ter excessos
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Clássico 

Luxo, requinte e sofisticação: se essas características são importantes para você, o estilo clássico pode ser o ideal. Cores como bege, pêssego, branco, marrom e dourado são comuns em objetos e acabamentos dos ambientes. Para dar aquele toque sofisticado, é comum combinações com sofás e cadeiras com os estofados estampados. 

Geralmente o estilo clássico aparece com mais frequência em salas de estar e jantar, ou seja, em ambientes estratégicos de um apartamento, por exemplo. E, nessa decoração, não faltam cortinas, tapetes, móveis em madeira e detalhes que juntos conseguem agregar valor a qualquer ambiente, viu?

Contemporâneo 

Por último, mas não menos importante, temos o estilo contemporâneo. Fazendo uma oposição ao estilo clássico, esse tipo de decoração é para quem deseja criar ambientes modernos dentro de casa. E, quando se fala em espaços modernos, não tem como não falar de tecnologia. Geralmente, uma sala contemporânea conta com o aparelho de TV, um home theater ou ainda um videogame, por exemplo.

Já na escolha dos móveis, a preferência é por acabamentos em linhas retas e superfícies em sua maioria lisas. O uso de objetos inclui peças discretas, como racks, bar e mesa de centro. Ou seja, a decoração contemporânea é aquela capaz de criar ambientes modernos e ao mesmo tempo funcionais, que representam as possibilidades do momento atual. 

A tecnologia pode ser uma grande parte da decoração contemporânea
A tecnologia pode ser uma grande parte da decoração contemporânea
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Essas são apenas algumas das opções de decoração para apartamentos, que acabam sendo as mais procuradas. Vale lembrar que na hora de montar o projeto, não existe certo ou errado, mais aquilo que tem mais a ver com você

Além disso, ao decorar um imóvel é comum que esses elementos e estilos acabem se misturando. Geralmente, a limitação de espaço ou do próprio orçamento são alguns parâmetros que podem te ajudar a decidir quais características merecem ser incluídas no seu projeto. Por isso, busque referências, pesquise as melhores opções em móveis e objetos, além do auxílio de um profissional para dar início a sua decoração. 

Alto Astral
Publicidade
Publicidade