PUBLICIDADE

10 casas sobre palafitas que desafiam a gravidade

Conheça projetos em pilares que pousam com leveza sobre o terreno e, assim, permitem uma conexão intensa e mais respeitosa com a natureza ao redor

31 mai 2022 - 19h29
Compartilhar
Exibir comentários
-
-
Foto: Hélène Binet/Dezeen / Casa.com

Em lugares próximos a rios e mares, elevar a construção sobre palafitas é uma conhecida estratégia de resiliência contra as oscilações das águas. Nestes tempos de mudanças climáticas, a solução tem ganhado mais atenção e o olhar de muitos arquitetos.

Sem dúvida, isso é algo que está no radar dos profissionais empenhados na disseminação de técnicas construtivas capazes de resistir a enchentes, alagamentos e o aumento do nível do mar.

A seguir, você vai conhecer 10 projetos de edifícios elevados, que ocupam locais remotos, quase inabitáveis e imersos na natureza selvagem, nos mais diferentes contextos.

1. Redshank, Reino Unido, por Lisa Shell

-
-
Foto: Hélène Binet/Dezeen / Casa.com

Tábuas de carvalho não tratadas e painéis de cortiça protegem esta cabine de madeira laminada cruzada (CLT) dos ventos salgados do pântano local, enquanto três pernas de aço galvanizado a elevam acima da água.

No projeto da arquiteta Lisa Shell, cada um dos pilares recebeu uma tinta vermelha durável em homenagem ao redshank - uma ave nativa da costa leste da Inglaterra, com pernas longas e de cores vibrantes.

2. Stepping Stone House, Reino Unido, por Hamish & Lyons

-
-
Foto: James Brittain/Dezeen / Casa.com

Sobre um lago em Berkshire, Inglaterra, há quem possa nadar por baixo desta casa para ver mais de perto as estacas que sustentam o edifício e as nervuras de metal preto sob seu deck branco e corrugado.

Além disso, a própria casa apresenta beirais exagerados apoiados por colunas de madeira laminada colada em forma de Y. Desta forma, eles criam espaço para uma grande claraboia que percorre toda a extensão da construção.

3. Casa no pomar, República Tcheca, por Šépka Architekti

-
-
Foto: Tomas Maly/Dezeen / Casa.com

Nos arredores de Praga, esta casa de três andares é sustentada por uma pequena haste de concreto armado. Além disso, uma camada pulverizada de poliuretano confere à construção um formato semelhante a uma formação rochosa gigante.

Por fim, internamente, o escritório tcheco Šépka Architekti construiu uma estrutura de madeira revestida com placas de compensado de bétula.

4. Cabin Lille Arøya, Noruega, por Lund Hagem

-
-
Foto: Alexander Westberg/Dezeen / Casa.com

Acessível apenas por barco, esta casa de verão está situada em uma pequena ilha na costa norueguesa e empoleirada em delgadas palafitas que lhe conferem equilíbrio entre as rochas escarpadas.

O estúdio de arquitetura Lund Hagem pintou o exterior de preto para integrar o edifício ao ambiente. Finalmente, manteve o interior em concreto bruto e tábuas de pinho para refletir o ambiente natural acidentado.

5. Tree House, África do Sul, por Malan Vorster

-
-
Foto: Adam Letch/Dezeen / Casa.com

Quatro torres cilíndricas são erguidas sobre palafitas para formar esta residência em estilo de casa na árvore na Cidade do Cabo, maximizando as vistas da floresta circundante.

As pernas de aço corten se estendem até o teto do interior, onde atuam como colunas estruturais, enquanto as ripas decorativas de cedro vermelho envolvem o exterior do edifício.

6. Viggsö, Suécia, por Arrhov Frick Arkitektkontor

-
-
Foto: Mikael Olsson/Dezeen / Casa.com

Pernas de madeira elevam esta cabine com estrutura de madeira até a copa das árvores. Projetada pelo estúdio sueco Arrhov Frick Arkitektkontor, a casa permite avistar a paisagem do arquipélago de Estocolmo.

O edifício conta com um telhado de metal corrugado branco, coberto em parte por plástico translúcido estriado, sobre um generoso terraço protegido.

7. Descendo as Escadas, Itália, por ElasticoFarm e Bplan Studio

-
-
Foto: Iwan Baan/Dezeen / Casa.com

Palafitas de metal em ângulos elevam este bloco de apartamentos acima do ruído da rua em Jesolo, Itália. Com isso, o edifício proporciona aos ocupantes a máxima exposição ao sol e um panorama da Lagoa de Veneza.

Divididos em oito andares, os 47 apartamentos têm sua própria varanda privativa escalonada, composta por balaustradas de malha azul feitas com redes de pesca.

8. Stewart Avenue Residence, EUA, por Brillhart Architecture

-
-
Foto: Michael Stavardis/Dezeen / Casa.com

O escritório da Flórida Brillhart Architecture decidiu reimaginar as palafitas como uma "peça significativa e deliberada da arquitetura" no interior da residência em Miami. A casa foi construída para suportar o aumento do nível do mar: sua estrutura é sustentada com uma mistura de tubos de aço galvanizado finos e colunas de concreto oco. Assim, elas abrigam diferentes salas de serviço, incluindo uma garagem.

9. Manshausen 2.0, Noruega, por Stinessen Arkitektur

-
-
Foto: Adrien Giret/Dezeen / Casa.com

Essas cabines de férias elevadas estão situadas em uma ilha no Círculo Polar Ártico, lar da maior população de águias marinhas do mundo.

Estacas de metal erguem os edifícios acima de um afloramento costeiro rochoso, bem fora do caminho das elevações do nível do mar induzidas pelas mudanças climáticas. Enquanto isso, painéis de alumínio protegem a estrutura de CLT da exposição à água salgada.

10. Dock House, Chile, por SAA Arquitectura + Territorio

-
-
Foto: Nicolás Saieh/Dezeen / Casa.com

A uma curta caminhada do Oceano Pacífico, esta casa revestida de pinheiros eleva-se acima do terreno inclinado para oferecer vistas para o mar.

Projetada pela empresa chilena SAA Arquitectura + Territorio, a construção é sustentada por um plinto estrutural de madeira. Além disso, há pilares diagonais que aumentam gradualmente até um tamanho de 3,75 metros para manter o nível do piso no terreno irregular.

*Via Dezeen

Casa.com
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade