PUBLICIDADE

Caminhada é capaz de engrossar as pernas? Entenda

Saiba como encaixar os seus objetivos em uma modalidade

1 dez 2023 - 19h02
(atualizado em 4/12/2023 às 19h33)
Compartilhar
Exibir comentários

Há quem goste de manter-se em plena forma com a prática da caminhada, não é mesmo? Acessível, pode ser praticada tanto individual quanto em grupo e não demanda de um custo financeiro elevado. Além dos seus inúmeros benefícios para a saúde, a sua importância ainda rende dúvidas para os seus adeptos. Por exemplo: a caminhada é capaz de engrossar as pernas?

Caminhada é capaz de engrossar as pernas - Shutterstock
Caminhada é capaz de engrossar as pernas - Shutterstock
Foto: Sport Life

Caminhada não é capaz de engrossar as pernas

"A caminhada não vai ser o principal componente se tratando de hipertrofia. É uma atividade predominantemente aeróbia e de baixa intensidade. Então, não é a melhor estratégia para esse objetivo", afirma em entrevista exclusiva para o Sport Life o personal trainer Bruno Sapo.

Dessa maneira, há a compreensão de que para engrossar as pernas lê-se automaticamente o ganho de massa magra, ou seja, a opção é investir em treinos de força, que trabalham com o objetivo da hipertrofia.

"Para o ganho de hipertrofia e aumento de massa magra, a melhor estratégia é investir em exercícios de força, com o auxílio de profissionais, que entendam o seu objetivo e os outros exercícios que a pessoa pratica", confirma Bruno.

Sobre o tempo em que é possível sentir os resultados nas pernas, Sapo pontua que tudo depende da frequência, do passado esportivo, da intensidade e da condição de uma pessoa.

Questões que não impedem indicações de treinos para esse objetivo. "Agachamentos, levantamentos terra, leg press, cadeiras extensora e flexora, exercícios de panturrilha e entre outros", encerra o profissional.

Quais são os demais cuidados com as pernas na caminhada?

"Ao final dos treinos, alongue seus músculos por pelo menos 30 segundos cada grupo muscular (panturrilhas, coxas, glúteos e lombar), o que vai ajudar na recuperação e minimizar lesões futuras. Não se esqueça de se hidratar e se alimentar corretamente", garante o médico ortopedista do Hospital Vera Cruz Dr. Dr. José Zabeu.

Esse profissional também reforça que o importante é criar o hábito, definir os minutos dedicados aos exercícios e os dias da semana para que naturalmente esse esporte torne-se rotina.

"No começo, evite correr mais que três vezes na semana para respeitar seus músculos e articulações. Caso não tenha conseguido correr em um dos dias, não se culpe. Pense em longo prazo e vá encaixando os treinos na sua vida", termina o médico.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade