PUBLICIDADE

Pilates dificulta o emagrecimento? Fisioterapeuta esclarece

Trata-se de mais um tópico desmistificado pelo Sport Life para facilitar essa prática

3 dez 2023 - 19h02
(atualizado em 4/12/2023 às 19h27)
Compartilhar
Exibir comentários

O pilates, inventado por Joseph Pilates na década de 1920, tem a proposta de "conexão" entre o corpo e a mente. Nesse sentido, quem adere a essa prática sente os benefícios na postura, força, equilíbrio e flexibilidade do corpo. Ainda assim, há quem questione os benefícios desse método de exercício físico, por exemplo: pilates dificulta o emagrecimento?

Pilates dificulta o emagrecimento - Shutterstock
Pilates dificulta o emagrecimento - Shutterstock
Foto: Sport Life

Entenda se o pilates dificulta o emagrecimento

"A dificuldade de emagrecimento ou a ganho de força e massa muscular pode estar atrelado a inflamação do corpo. É preciso avaliação do exame de sangue, bons hábitos, como alimentação e sono, exercícios, que trabalhem o aluno de forma única, como musculação e treino funcional", respondeu com exclusividade para o Sport Life o fisioterapeuta e sócio do Studio Vitaflex Thiago Costa.

Dessa maneira, fica claro que nada adianta ter empenho em uma sessão de pilates, mas ao mesmo tempo não se preocupar com os demais hábitos relacionados à saúde.

"A repetição com correção até a exaustão leva a perfeição. Pilates não são exercícios diferentes a cada aula. Existe uma sequência de exercícios a serem executados e conforme o aluno vai repetindo o movimento se torna cada vez mais aprimorado e eficaz", afirmou Costa.

As demais curiosidades sobre o impacto do pilates

Embora exista a diretriz de trabalho com todos os grupos musculares, os resultados do pilates variam de acordo com a quantidade de sessões em uma semana, o que não impediu Thiago de fazer uma previsão.

"Trabalha-se em níveis básico, intermediário e avançado no pilates. O resultado depende da quantidade de vezes por semana. Geralmente, alunos que fazem somente pilates duas vezes na semana como exercício físico vê o resultado em três meses", disse.

É de se ressaltar de que não importa se um sujeito está com hérnia de disco, postura ruim, ou seja, não será impedido de praticar o pilates. A diferença é que uma avaliação com um profissional vai ditar o ritmo de treino.

"O pilates tem como objetivo desenvolver um corpo uniforme. Devemos avaliar e descobrir de onde vem aquela hérnia de disco, podendo ser consequência de um corpo mal estruturado, ou seja, desigual ou até mesmo por uma questão psicossomática. A avaliação do aluno deve ser feita minuciosamente e assim será feito um programa de treinamento especificamente direcionado", completou o fisioterapeuta.

É possível substituir o pilates pela musculação?

"Sim, mas existem diferenças entre os dois. Na musculação, ocorre a hipertrofia comum. Enquanto no pilates, ocorre a hipertrofia organizada. A hipertrofia organizada faz com que um praticante trabalhe a flexibilidade do músculo ao mesmo tempo que fortalece e aumenta a massa muscular. Pessoas que buscam um aumento gradativo de massa, que leve a uma alteração no corpo, devem priorizar a musculação", concluiu Thiago Costa.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade