PUBLICIDADE

Nova erupção de vulcão ameaça Lagoa Azul; vídeo mostra lavas sobre gelo

Uma nova erupção do vulcão da península de Reykjanes, no sudoeste da Islândia, aconteceu nesta quinta-feira, 8

8 fev 2024 - 19h38
(atualizado às 20h58)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
No sudoeste da Islândia ocorreu uma nova erupção do vulcão da península de Reykjanes, ameaçando uma usina de energia geotérmica e a Lagoa Azul, famoso ponto turístico. O governo local decretou estado de emergência.
Vulcão volta a entrar em erupção e espalha lava sobre chão congelado na Islândia:

Uma nova erupção do vulcão da península de Reykjanes, no sudoeste da Islândia, ameaça uma usina de energia geotérmica e a Lagoa Azul, um dos mais famosos pontos turísticos da ilha. O incidente aconteceu nesta quinta-feira, 8, e fez com que o governo local decretasse estado de emergência. 

Esta é a terceira erupção do sistema vulcânico desde dezembro. Nas ocasiões anteriores, os 4 mil moradores da cidade piscatória de Grindavik foram evacuados. No entanto, no incidente desta quinta, o governo assegurou que não há risco para a população local. 

Segundo a agência meteorológica da Islândia, uma fissura de aproximadamente três quilômetros de comprimento rachou nesta quarta, expelindo lava a uma altura de 80 metros.

"Há possíveis riscos para as estradas que levam a Grindavik, à usina de energia e até para a Lagoa Azul", afirmou o geofísico Ari Trausti Gudmundsson à Reuters

Gudmundsson ressaltou que os riscos dependem da quantidade de lava expelida pelo sistema vulcânico. As fissuras na península de Reykjanes não costumam resultar em grandes explosões ou alta concentração de cinzas lançadas para a atmosfera, acrescentou o geofísico. 

Vulcão entra em erupção pela terceira vez na Islândia desde dezembro
Vulcão entra em erupção pela terceira vez na Islândia desde dezembro
Foto: Reprodução/Live From Iceland

No entanto, o incidente foi capaz de romper uma tubulação de transporte de água geotermicamente aquecida utilizada nas casas da Península de Reykjanes, o que fez com que o Departamento de Proteção Civil e Gerenciamento de Emergências da Islândia declarasse estado de emergência.

O rompimento atingiu a região de Sudurnes, no sul da península, onde vivem cerca de 28 mil pessoas. "É importante que os moradores e comerciantes em Sudurnes economizem toda a eletricidade e água quente possível", alertou o órgão.

Na capital Reykavik, o aeroporto internacional continuou a operar normalmente e não houve cancelamento de voos, informou o governo local. 

Aurora boreal, vulcões e geleiras: fotógrafa mineira roda o mundo em busca de 'cliques' de tirar o fôlego Aurora boreal, vulcões e geleiras: fotógrafa mineira roda o mundo em busca de 'cliques' de tirar o fôlego

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade