PUBLICIDADE

Reciclagem: o que é, tipos e importância para o meio ambiente

Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como reduzir o lixo e promover a sustentabilidade

9 ago 2023 - 13h33
Compartilhar
Exibir comentários
Os cuidados com o meio ambiente devem ser repassados aos filhos desde a infância; reciclar pode se tornar um hobby divertido quando feito em família
Os cuidados com o meio ambiente devem ser repassados aos filhos desde a infância; reciclar pode se tornar um hobby divertido quando feito em família
Foto: iStock

A reciclagem é uma prática essencial para a sustentabilidade na sociedade contemporânea. Além de ajudar a proteger o meio ambiente, evita o acúmulo de lixo na terra e protege o solo, a água e o ar. Mas, apesar de adesão crescente --tanto na zona urbana quanto na zona rural --, o tema ainda é cercado de muitas dúvidas. 

Quais são os materiais que são reciclados? Como fazer o descarte desses materiais? Confira abaixo as principais características desse processo e saiba como inseri-lo na sua rotina.

Qual o conceito de reciclagem?

A reciclagem é guiada pelo conceito de transformar um objeto descartado em um novo produto que pode --ou não-- ganhar outra utilidade. É comum, por exemplo, que uma folha de papel comum seja reciclada e se transforme novamente em uma folha de papel. Já nos caso das latinhas, é possível que elas ganhem um novo significado, como porta-lápis ou vasos.

A transformação de resíduos em novos produtos promove em ambientes públicos e privados a sustentabilidade, ou seja, uma maneira dos seres humanos desenvolverem economicamente a sociedade em harmonia com o meio ambiente.

Importância da reciclagem para o meio ambiente

Entre os benefícios da reciclagem para o meio ambiente estão a redução do acúmulo de lixo em aterros sanitários, a conservação de recursos naturais (água, energia, matérias-primas) e a minimização da poluição e dos impactos negativos à natureza.

A prática da reciclagem também impede que haja uma retirada excessiva de matérias-primas de seu espaço natural, o que contribui para a manutenção sustentável do meio ambiente.

Tipos de Reciclagem

Há três tipos de reciclagem: mecânica, energética e química.  A mecânica é comumente utilizada para papéis e papelão. Na energética, a incineração é o meio utilizado para transformar o lixo coletado em energia para abastecer usinas térmicas.

Já a reciclagem química é um processo mais caro e complexo, pois consiste na modificação do tipo de material reciclado. Ela acontece por meio do aquecimento do lixo, que é transformado em óleos, gases ou combustíveis. 

Entre os principais materiais que podem ser reciclados estão o papel, o plástico, o metal, o vidro, pilhas e baterias.

Papel

Por meio da reciclagem mecânica, os resíduos de papéis são prensados e moídos, gerando grânulos. Esse material produzido é utilizado como matéria-prima na produção de novos bens industriais. Além do papel, o papelão também pode ser reciclado por esse tipo de procedimento.

Plástico

A reciclagem do plástico também é do tipo mecânica. Ela consiste na coleta e na separação dos resíduos para que posteriormente possam voltar a ser matéria-prima. No último passo do processo, a matéria-prima extraída dá origem a novos produtos.

Garrafas pet, embalagens descartáveis e sacos de lixo são exemplos de plásticos que podem ser utilizados para reciclagem.

Metal

O metal é um tipo de material que pode ser reciclado várias vezes. Primeiramente, é importante que durante a reciclagem ele seja separados em metais ferrosos (aço, ferro fundido e ferro laminado) e não ferrosos (todos os metais, com exceção do ferro, como por exemplo cobre, estanho, zinco, chumbo, platina, alumínio, magnésio e titânio).

Os resíduos separados são prensados e enviados para estações de reciclagem, onde são limpos, triturados e derretidos até darem origem a um novo produto.

As latas de alumínio, arames, janelas, portões e fios são exemplos de produtos que podem ser recicláveis. Já clipes, latas de tinta e esponja de aço não podem ser reciclados.

Vidro

O vidro merece uma atenção especial. Ele deve ser descartado em caixas de papelão antes de ser enviado para a coleta da sua cidade. Dessa maneira, você evita vidros quebrados e possíveis acidentes.

Ao ser colocado para reciclagem, retiram-se as impurezas do vidro, que, em seguida, é triturado. Os cacos são aquecidos e fundidos em uma temperatura acima de 1.300ºC. Entre os produtos que podem ser reciclados estão garrafas e copos que podem, novamente, voltar a seu estado original.

Pilhas e baterias

O processo de reciclagem de pilhas e baterias começa a partir da remoção de suas partes plásticas. A parte de metal restante é triturada até formar um pó, neutralizando o PH do material para evitar danos ao meio ambiente. O pó é encaminhado para um filtro para ser prensado e seco.

Posteriormente, é realizada uma identificação do metal predominante na composição das pilhas e baterias. Depois, o pó é encaminhada para um forno com temperatura acima de 1.300 ºC onde dá origem ao óxido metálico inofensivo, utilizado comumente na fabricação de tintas e cerâmicas.

Benefícios da Reciclagem do Lixo

A reciclagem não beneficia apenas o meio ambiente. Do ponto de vista econômico, o processo possui um custo mais barato do que a produção de novos produtos por meio da matéria-prima. Além disso, as cooperativas geram emprego e renda para a população, desde a coleta até a venda dos produtos finais.

A economia circular também está entre os benefícios da reciclagem do lixo, já que sua característica é baseada no desenvolvimento econômico por meio da sustentabilidade.

O símbolo da reciclagem e suas cores

A reciclagem é representada pelo triângulo de três setas que apontam no sentido horário. As setas formam um ciclo que representa a indústria, o consumidor e a própria reciclagem. 

As cores possuem um papel essencial nas lixeiras de reciclagem. Veja abaixo o significado de cada uma delas:

Amarelo - Metal

Azul - Papel e papelão

Vermelho - Plástico

Verde - Vidros 

Preto - Madeiras

Laranja - Pilhas e baterias

Marrom - Lixo orgânico 

Roxo - Lixo radioativo

Branco - Lixo hospitalar

Cinza - Resíduos sólidos não recicláveis

Cada cor significa um tipo de material que pode ser descartado na lixeira
Cada cor significa um tipo de material que pode ser descartado na lixeira
Foto: iStock

Como começar a reciclar?

A primeira atitude - e uma das mais simples - é separar, dentro de casa, o seu lixo. Você pode, por exemplo, ter uma lixeira destinada aos resíduos orgânicos e outras à resíduos não-orgânicos. 

No caso de cacos de vidro, é importante que você aloque-os dentro de uma garrafa pet selada com uma fita adesiva e com um aviso de cuidado, para quem for manuseá-la ficar atento e evitar acidentes. 

Há cidades que já fazem a coleta de lixos reciclados periodicamente. Mas, o serviço não estiver em seu município, a recomendação é escolher um centro de reciclagem para destinar os materiais. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade