PUBLICIDADE

Impacto Ambiental: tipos, exemplos e como combater

Saiba o que são os impactos ambientais e como essas alterações no meio ambiente podem impactar no dia a dia

5 fev 2024 - 18h44
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Os impactos ambientais referem-se às mudanças no meio ambiente causadas por fatores naturais ou humanos, podendo ter efeitos positivos, negativos ou neutros. Causas como desmatamento e poluição geram consequências como destruição de habitats, eventos climáticos extremos e contaminação do solo, água e ar.
Em Brumadinho, 270 pessoas perderam a vida soterradas depois que uma grande quantidade de resíduos de mineração foi despejada nos arredores do Rio Paraopeba.
Em Brumadinho, 270 pessoas perderam a vida soterradas depois que uma grande quantidade de resíduos de mineração foi despejada nos arredores do Rio Paraopeba.
Foto: Antonio Cruz/Agencia Brasil / Flipar

Os impactos ambientais referem-se às alterações no meio ambiente causadas por alguns fatores, sejam eles causados pelo homem, naturais ou uma combinação de ambas. Essas mudanças podem ter efeitos positivos, negativos ou neutros no ecossistema, na biodiversidade, no clima, na qualidade do ar e na água, por exemplo.

No cenário atual, onde as discussões sobre sustentabilidade e preservação do meio ambiente ganham cada vez mais espaço, é muito importante analisarmos quais são os impactos ambientais das nossas ações, sejam elas positivas ou negativas. Isso se faz necessário, porque ao longo do tempo, o desequilíbrio entre a ação humana e a natureza tornou-se cada vez mais evidente.

Investir em um desenvolvimento sustentável é essencial para garantir que toda a sociedade possa ter acesso à direitos básicos, como a água potável, saneamento básico e até mesmo acesso à terra e a moradia, o que muitas vezes é perdido, como no caso dos deslocados ambientais.

Por isso é importante que as sociedades adotem práticas sustentáveis para reduzir os impactos ambientais negativos e promover a conservação e a preservação do meio ambiente para as gerações futuras.

O que é um impacto ambiental?

O impacto ambiental, nada mais é, do que as alterações provocadas no meio ambiente como resultado das atividades humanas, naturais ou de outros fatores. Estes impactos podem manifestar-se de diversas formas e em diferentes escalas, exercendo influência sobre ecossistemas, biodiversidade, recursos naturais e até mesmo sobre as condições climáticas.

As atividades industriais, agrícolas, urbanas e de infraestrutura, por exemplo, podem desencadear impactos negativos, como a poluição do da água, da ar e do solo, a perda de habitat, a extinção de espécies e as mudanças climáticas abruptas.

Esses impactos podem ser classificados em negativos, positivos e neutros:

Impactos negativos

Compreender que os impactos ambientais não se limitam apenas às consequências visíveis a curto prazo, mas também incluem efeitos cumulativos ao longo do tempo é necessário, sobretudo quando o assunto são os impactos ambientais negativos:

Poluição: emissões de poluentes atmosféricos que acabam gerando contaminação da água e do solo.

Desmatamento: remoção de grandes áreas de floresta para diversas finalidades.

Alterações climáticas: emissão de gases de efeito estufa que contribuem para o aquecimento global.

Perda de biodiversidade: extinção de espécies devido a mudanças no habitat, poluição e outras atividades humanas.

Impactos positivos

Mas tem coisa boa também! Existem impactos ambientais positivos que só são possíveis através de ações sustentáveis de toda a sociedade, como:

Reflorestamento: plantio de árvores para restaurar áreas desmatadas.

Conservação: criação e manutenção de áreas protegidas para preservar a biodiversidade.

Reciclagem: redução da quantidade de resíduos e utilização mais eficiente de recursos.

Impactos neutros

Por fim, existem os impactos ambientais neutros que são tão importantes quanto os positivos. Basicamente, são ações sustentáveis do dia a dia, que minimizam o impacto ambiental negativo.

Por exemplo, ao invés de usar energias que não sejam renováveis, é possível escolher uma que seja, como é o uso de placas de energia solar para substituir o uso da energia elétrica, por exemplo.

Além disso, a avaliação dos impactos ambientais é essencial para o desenvolvimento sustentável, pois permite identificar os efeitos adversos das atividades humanas no meio ambiente. 

Quais são as causas e consequências dos impactos ambientais?

Compreender as as causas desse fenômeno é essencial para desenvolver estratégias eficazes para solucionar os problemas causados, sobretudo pelos impactos ambientais negativos. 

Dentre as principais causas do impacto ambiental estão o desmatamento, que ameaça a biodiversidade, e a poluição, responsável por afetar ecossistemas, além de ser prejudicial à saúde humana.

Tudo isso acaba afetando o meio ambiente e gerando diversas consequências, como por exemplo:

  • Destruição de habitats naturais;
  • Eventos climáticos extremos;
  • Contaminação do solo, água e ar;
  • Erosão do solo;
  • Problemas de saúde em geral.

É importante destacar que essas consequências não são isoladas e muitas vezes estão interconectadas. Por isso é importante ter consciência sobre o que vem acontecendo com o meio ambiente e pensar ações que garantam a sustentabilidade a longo prazo do planeta e a qualidade de vida das gerações futuras.

Impactos ambientais no Brasil

Inúmeros motivos colocam o Brasil no mapa dos impactos ambientais. Nos últimos anos, os acidentes ambientais têm ganhado recorrência no país, sendo consequência da junção da irresponsabilidade humana com o avanço do aquecimento global.

A exploração intensiva de recursos naturais, as mudanças climáticas globais e o rápido crescimento populacional contribuem para uma série de consequências ambientais que exigem atenção e ação imediata.

Um dos principais problemas ambientais é o desmatamento da Amazônia. A região que é conhecida como "pulmão do mundo" tem perdido vastas áreas de floresta devido à expansão da agricultura, pecuária e atividades madeireiras. O desmatamento não apenas reduz a diversidade biológica, mas também contribui para as mudanças climáticas, liberando grandes quantidades de carbono na atmosfera.

Mas outros problemas também chamam atenção: crise hídrica, queimadas, enchentes, fortes chuvas, etc. Nos últimos anos, acompanhamos alguns trágicos acidentes ambientais:

Rompimento de barragem em Mariana

Em 2015, ocorreu o rompimento da barragem de Fundão, pertencente à mineradora Samarco, em Mariana, Minas Gerais, Brasil.

Esse desastre resultou em uma das maiores tragédias ambientais da história do Brasil. Uma enorme quantidade de rejeitos de mineração foi liberada, causando a poluição de rios, destruição de comunidades locais e a morte de dezenas de pessoas.

Brumadinho

Em 2019, ocorreu o rompimento da barragem de rejeitos da Vale S.A. em Brumadinho, Minas Gerais. O desastre causou a morte de centenas de pessoas, devastou a região e poluiu extensas áreas com resíduos tóxicos. 

Petrópolis

Em 2021, fortes chuvas provocaram deslizamentos de terra e inundações na região serrana do estado do Rio de Janeiro, incluindo a cidade de Petrópolis. O desastre resultou em centenas de mortes e deixou milhares de pessoas desabrigadas. A ocupação desordenada, o desmatamento e as mudanças climáticas foram apontados como fatores que agravaram a situação.

Maceió

No final de 2023, a ameaça de rompimento de uma mina da empresa Braskem, em Maceió, obrigou milhares de famílias a abandonarem suas casas, criando uma verdadeiro "bairro fantasma".

A mina 18 se rompeu no final de dezembro, mas de forma isolada. A área ainda apresenta riscos para o meio ambiente e população local.

Em todos esses casos, os acidentes ambientais destacaram a necessidade de medidas mais rigorosas de prevenção, fiscalização e resposta a desastres. Além disso, mostram a importância de uma abordagem mais sustentável no desenvolvimento industrial e urbano, levando em consideração os impactos que podem trazer no curto e longo prazo.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade