PUBLICIDADE

Aquecimento global: o que é, causas, consequências e como evitar

Descubra o que é aquecimento global, como podemos agir para evitar suas consequências e viver em um mundo mais sustentável.

13 jun 2023 - 19h31
Compartilhar
Exibir comentários
Aumento rápido da temperatura da Terra pode acarretar mudanças climáticas perigosas.
Aumento rápido da temperatura da Terra pode acarretar mudanças climáticas perigosas.
Foto: lamyai / iStock

O aquecimento global está relacionado ao aumento da temperatura média da Terra, ocasionada por fatores humanos e naturais. 

Segundo o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) da ONU (Organização das Nações Unidas), essas alterações podem ser ainda maiores conforme os anos forem passando. 

Por isso, ter consciência sobre esse fenômeno é fundamental para evitar desastres ainda maiores e preservar a vida no planeta. 

O que é aquecimento global e suas causas?

Aquecimento global é o aumento da temperatura do planeta, tanto dos oceanos quanto da atmosfera. Pode ser ocasionado pela intensa atividade humana ou por fatores naturais. 

O que causa a elevação da temperatura da Terra é o aumento da emissão de gases, como dióxido de carbono (CO2), na atmosfera, dando origem ao efeito estufa

Dentre os principais exemplos que causam mudanças climáticas intensas, podemos citar o desmatamento, queimadas e poluição ambiental. 

Entenda o efeito estufa

O efeito estufa é um fenômeno essencial para manter a vida na terra, pois é responsável pelo aquecimento do planeta em níveis normais. 

Sem ele, o globo se tornaria muito frio, sendo impossível o desenvolvimento humano e animal. 

Funciona assim: a radiação do Sol que chega à Terra é refletida de volta para o espaço. Uma parte dela é absorvida pelos oceanos e pela superfície terrestre. Outra é capturada pela camada de gases que formam o efeito.

Quando as atividades humanas e fenômenos naturais se tornam mais intensos, esses gases aumentam, tornando a camada muito espessa, bloqueando o calor do Sol e o prendendo na atmosfera, dando origem ao aquecimento global. 

Por isso, o problema das mudanças climáticas não é o efeito estufa, mas o seu agravamento, que ocorre, principalmente, por conta da intensa atividade humana. 

Quais são as consequências do aquecimento global?

O aquecimento global provoca intensas alterações no planeta, que já podem ser identificadas e sentidas em diversas partes. 

Essas consequências estão ligadas tanto à hidrosfera, biosfera e atmosfera. Além do aumento das temperaturas, o nível do mar está se elevando a cada dia por conta do degelo nas calotas polares. 

O derretimento das geleiras pode ocasionar problemas de ordem ecológica, como o desaparecimento de ilhas, várias espécies de animais, entre outros. 

Uma das consequências do aquecimento global é o derretimento de geleiras
Uma das consequências do aquecimento global é o derretimento de geleiras
Foto: Orla / iStock

Além disso, cientistas afirmam que o degelo tem relação com o aumento do nível do mar, ambos ocasionados pelo aquecimento global.

Outras consequências desse fenômeno, são:

  • Aumento de fenômenos climáticos naturais, como furacões, vulcões, tsunamis, terremotos, nevascas e secas;
  • Elevação das temperaturas;
  • Desequilíbrio ambiental, ocasionando desastres ecológicos e perda da biodiversidade;
  • Escassez dos recursos naturais.

Diferentes espécies podem entrar em extinção por conta do aquecimento global. Um exemplo está relacionado à disponibilidade de água. 

A elevação da temperatura média da terra afeta a área hídrica, aumentando o volume de secas em diversas regiões, prejudicando a oferta de recursos naturais indispensáveis para a vida animal. 

O El Niño, por exemplo, causa secas severas em algumas regiões do planeta e o aquecimento global é o responsável por esse fenômeno. 

Circulação termoalina 

A circulação termoalina é um tipo de corrente oceânica impulsionada pelas diferenças de temperatura e sal na água do mar. É um fenômeno essencial para a distribuição de calor no planeta. 

Com as mudanças climáticas, ela acaba sofrendo mudanças na concentração de sal. Esse fator pode acelerar ou interromper a circulação termoalina. Quando ocorre a desaceleração, as temperaturas diminuem em alguns lugares. 

Isso é um problema, pois mesmo que o aquecimento global eleve as temperaturas, certas regiões necessitam de correntes de ar quente, como a Europa. Sem a circulação termoalina esses lugares podem viver uma Era do Gelo. 

Críticas ao aquecimento global 

Não há consenso entre os cientistas sobre a existência do aquecimento global e suas causas. 

Alguns afirmam que é uma “farsa”, outros acreditam que o problema existe, mas não possui relação com as intervenções humanas no ambiente. 

Há quem diga que a Terra não está aquecendo, mas caminhando para a glaciação. 

Já os céticos do clima acreditam que o gás carbônico não gera efeitos sobre o clima e nem intensifica o efeito estufa. 

Mesmo com as críticas e diferentes interpretações sobre a existência ou não do fenômeno, é importante preservar o meio ambiente, reduzir a poluição e o desmatamento para que todos os seres humanos possam se desenvolver plenamente enquanto viverem no Planeta. 

O que deve ser feito para diminuir o aquecimento global? 

Para diminuir as mudanças climáticas e os gases do efeito estufa é importante tomar algumas ações efetivas, como: reduzir o uso de automóveis, desmatamento, queimadas, investir em energias renováveis, entre outros. 

Abaixo você confere com mais detalhes essas práticas essenciais. 

Use o transporte público ou a bicicleta

O dióxido de carbono está presente nos combustíveis fósseis utilizados em carros movidos à gasolina, diesel e carvão. Reduzir o uso desses automóveis pode diminuir a poluição do ar, melhorando os efeitos do aquecimento global. 

Bicicleta ou transporte público podem ser ótimas alternativas para o uso do carro, pois utilizam energias renováveis. 

Promova a conservação de energia

A conservação de energia elétrica nada mais é do que desligar lâmpadas e aparelhos eletrônicos quando não estão sendo usados. 

Uso sustentável da terra

Investir em práticas agrícolas sustentáveis pode ajudar a reduzir emissões de gases Uma boa alternativa é adotar o plantio direto, rotação de culturas e práticas agroflorestais para aumentar a capacidade de sequestro de carbono do solo. 

Adoção de políticas sustentáveis

Políticas nacionais e internacionais sobre o clima são essenciais para conscientizar e promover ações efetivas entre os países.

Uma delas é a Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, cujo propósito é discutir políticas de redução do aquecimento global.

Conscientização 

Conscientizar as pessoas sobre o aquecimento global e suas consequências é fundamental para evitar que esse efeito se torne ainda mais catastrófico. 

Para tornar essa ação efetiva, é importante educar a sociedade, ensinando melhores práticas individuais e coletivas que podem ser realizadas para preservar o meio ambiente. 

Porém, é importante destacar que as ações devem ser globais, envolvendo governos, setor privado, países, indivíduos e Organizações Não Governamentais (ONGs). 

Só assim é possível enfrentar as mudanças climáticas e criar um mundo cada vez mais sustentável

Você já sabe o que é o aquecimento global, suas principais causas e como combatê-lo. Não deixe de acompanhar conteúdos ricos sobre meio ambiente, sustentabilidade e clima no portal Planeta.

Fonte: Redação Planeta
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade