PUBLICIDADE

Ecossistema: o que é, tipos e quais existem no Brasil

Toda interação entre um ser vivo e o ambiente onde ele vive caracteriza um ecossistema; entenda tudo e descubra mais sobre essa relação

10 ago 2023 - 05h00
(atualizado em 11/8/2023 às 10h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Descubra quais são os ecossistemas brasileiros
Descubra quais são os ecossistemas brasileiros
Foto: FG Trade / iStock

Uma das principais características sobre o Brasil é que ele é um país onde é possível encontrar os mais diferentes cenários naturais existentes. E isso só é possível graças aos seus diversos ecossistemas, que permitem que brasileiros convivam tanto com grandes florestas quanto com climas desérticos.

Saber o que são ecossistemas e como eles funcionam é a chave para entender essa variedade, que conquista turistas e fascina cientistas por todo o mundo. E não é só no Brasil que os ecossistemas existem e chamam a atenção: eles existem e são estudados pelo mundo todo.

O que é ecossistema?

Ecossistema é um termo da ecologia usado para descrever o ambiente onde se vive, a interação entre os seres vivos e com o ambiente. É um conjunto de características físicas, biológicas e químicas que interagem entre si e influenciam na existência tanto de um lugar, quanto dos seres que vivem nele.

É possível entender o que esse termo significa observando a sua formação: ecossistema é uma palavra que vem da junção do termo grego “oikos”, que significa “casa”, com a palavra sistema, ou seja, ela significa “sistema da casa”.

Entre os exemplos de ecossistemas estão a Floresta Amazônica, já que é um local composto por plantas, animais, humanos e diferentes tipos de solo e clima, até um terrário, onde vivem plantas, pequenos animais e microrganismos em meio a água, ar e nutrientes reciclados em um espaço limitado.

Em resumo, todo ambiente com o qual organismos vivos interagem é um ecossistema.

Como o ecossistema é composto?

O ecossistema é dividido em duas partes que interagem entre si: a parte não viva – abiótica – e a parte viva – biótica.

A parte viva, ou biótica, corresponde às plantas, animais, humanos e até mesmo microrganismos vivos que vivem no ambiente.

Já a parte abiótica é todo elemento e influência que a parte viva pode receber, como água, luz do sol, gases, sais minerais e até mesmo condições climáticas.

Qual a diferença entre ecossistema e bioma?

Enquanto o ecossistema é todo ambiente com o qual organismos vivos interagem, os biomas são um conjunto de ecossistemas interligados.

Então, ecossistemas formam um bioma, e um bioma é a união de vários ecossistemas.

Por exemplo, no Brasil, temos a Mata Atlântica. Ela é um bioma. Dentro da Mata Atlântica existem vários ecossistemas, como a mata de araucária, a restinga e os manguezais.

Quais os tipos de ecossistemas que existem?

Os ecossistemas são divididos em dois grupos: os ecossistemas aquáticos e os ecossistemas terrestres.

O que são ecossistemas aquáticos?

Ecossistemas aquáticos são aqueles que estão, como o próprio nome diz, na água. Ou seja, podem ser desde pequenos córregos até oceanos inteiros.

Por sua vez, os ecossistemas aquáticos podem ser separados em ecossistema marinho e ecossistema de água doce. Eles são classificados de acordo com o tipo de água, como a água se move, a profundidade do ecossistema e até mesmo a incidência de raios solares.

Lagos, córregos, lagoas, geleiras, reservatórios subterrâneos e rios são classificados como ecossistemas de água doce.

Já os ecossistemas marinhos são os mares e oceanos e correspondem a cerca de 71% da superfície do planeta Terra. Eles são classificados em quatro tipos diferentes:

  • Zona litoral, que fica entre os limites das marés e é exposta periodicamente;
  • Zona nerítica, região do mar até 200 m de profundidade, onde a luz solar ainda alcança;
  • Zona oceânica, que é uma região entre 200 a 2000m de profundidade, onde não há iluminação da luz solar e poucos animais vivem.
  • Zona bêntica, que é a zona abaixo de 2000m de profundidade e é habitada por animais pouco conhecidos.

O que são ecossistemas terrestres?

Os ecossistemas terrestres são, ao contrário dos aquáticos, os ecossistemas não submersos.

Diferentemente dos aquáticos, eles podem se dividir em quatro tipos diferentes: as florestas, savanas, desertos e pradarias.

As florestas têm como característica principal a grande quantidade de árvores e, por serem ricas em biodiversidade – ou seja, abrigam diversas espécies diferentes –, são vistas como ecossistemas complexos devido ao número de relações existentes entre os seres vivos e o ambiente.

As savanas são ecossistemas mais comuns ao clima tropical e tem uma vegetação herbácea, ou seja, constituída de tufos e pequenos arbustos espalhados pelo ambiente. Esse tipo de vegetação também está presente nas pradarias, que são caracterizadas por serem ambientes de planície.

Por fim, o deserto é conhecido pelo seu clima árido, com poucas chuvas e clima quente. 

Quais são os ecossistemas brasileiros?

O Brasil é conhecido por sua diversidade de ecossistemas e, consequentemente, de biomas. Enquanto os quatro principais ecossistemas terrestres estão presentes no território do país, seus biomas se dividem em seis, abrigando diferentes tipos de fauna e flora.

Os seis biomas brasileiros são:

Amazônia

Localizada ao norte do país, é o maior bioma do país, com 4,196.943 milhões de km2, 2.500 espécies de árvores e cerca de 30 mil espécies de plantas;

Mata Atlântica

Abriga 35% das espécies de plantas que existem no Brasil e ocupa 15% do território brasileiro;

Cerrado

Detém o título de segundo maior bioma da América do Sul, abrigando 11.627 espécies de plantas nativas catalogadas, além de 199 espécies de mamíferos, 837 espécies de aves, 1200 espécies de peixes, 180 espécies de répteis e, por fim, 15 espécies de anfíbios;

Pantanal

Sofre influência direta dos três biomas anteriores e, além da fauna e flora diversa, é conhecido pela presença de comunidades tradicionais como as indígenas, quilombolas, os coletores de iscas ao longo do Rio Paraguai, comunidade Amolar e Paraguai Mirim;

Caatinga

Ocupa dez estados brasileiros e, além de abrigar 1.487 espécies de animais, abriga também cerca de 27 milhões de pessoas;

Pampa

Ecossistema que ocupa 63% do território do Rio Grande do Sul e é caracterizado por suas planícies, serras e morros.

Descubra mais sobre os ecossistemas e biomas brasileiros em Planeta.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade