PUBLICIDADE

Energia hidrelétrica: o que é, vantagens e desvantagens

A energia hidrelétrica é a principal fonte de energia no Brasil, que possui algumas das maiores usinas hidrelétricas do mundo

16 ago 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Entenda o que é e como funciona a energia hidrelétrica
Entenda o que é e como funciona a energia hidrelétrica
Foto: DedMityay / iStock

Entender o que é energia hidrelétrica é fundamental para compreender de onde vem a energia elétrica no Brasil. Afinal, essa é a principal fonte de energia utilizada no país — e a terceira no mundo.

Apesar de ser uma das formas de energia mais populares e utilizadas no mundo, a energia hidrelétrica levanta muitos debates pelo impacto ambiental causado por ela — tanto positivo, quanto negativo.

O que é energia hidrelétrica?

A energia hidrelétrica é a energia elétrica originada da força das águas. Ela é produzida a partir do movimento de fontes de água, como rios, que se transformam em energia cinética, ou seja, do movimento do corpo.

Por fim, dentro das usinas hidrelétricas, essa energia cinética se transforma em energia elétrica e é distribuída pelos fios de energia para ser usada em equipamentos elétricos por todo o mundo.

No Brasil, a energia hidrelétrica é a principal fonte de energia utilizada: segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), ela corresponde 67% da energia do país, abastecendo casas, comércios e indústrias.

Pelo mundo, a energia hidrelétrica é a terceira maior fonte de energia usada, perdendo apenas para o carvão mineral e o gás natural.

Onde é produzida a energia hidrelétrica?

energia hidrelétrica é produzida na usina hidrelétrica, um tipo de indústria que tem o maquinário necessário para pegar a força produzida pelas águas dos rios e represas e transformá-la em energia elétrica.

Segundo a Aneel, existem 219 usinas hidrelétricas de grande porte (UHEs) no Brasil. A agência também afirma que existem também 425 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e 739 centrais geradoras hidrelétricas (CGHs) que contribuem para a produção de energia elétrica no país.

Como funciona a energia hidrelétrica?

A energia hidrelétrica é o resultado final de um processo que se inicia com a captura do movimento da água nas usinas hidrelétricas. Por lá, uma série de equipamentos e estruturas são responsáveis por transformar a energia do movimento da água — ou seja, a energia cinética — em energia elétrica.

Seu funcionamento é simples: as usinas possuem reservatórios, onde ficam armazenadas enormes quantidades de água. Quando essa água sai do reservatório, ela sai em uma velocidade altíssima, movimentando as pás das turbinas que estão entre os equipamentos presentes na usina.

Essas pás, por sua vez, geram a energia cinética por meio do movimento. Esse movimento liga os geradores de energia, que, como o nome diz, geram energia elétrica. Essa energia é distribuída pela rede de transmissão, que abastece casas, comércios, indústrias e todos os lugares que dependem de energia elétrica.

A água que foi eliminada do reservatório é escoada e volta para o rio ou represa de onde veio, ou seja, ela pode ser reutilizada para o mesmo processo. Por esse motivo, a energia hidrelétrica é vista como uma forma de energia renovável, mas há discussões em relação a este rótulo.

Quais as vantagens e desvantagens da energia hidrelétrica?

Como toda forma de energia, a energia hidrelétrica tem suas vantagens e desvantagens tanto para a produção, quanto para o consumidor e, principalmente, para o meio ambiente.

Entre as vantagens da energia hidrelétrica estão seu baixo custo e o baixo índice de emissão de poluentes na atmosfera; já entre as desvantagens estão a perda da biodiversidade no local onde a usina é construída.

Vantagens da energia hidrelétrica

Por utilizar a água como fonte para sua produção, a energia hidrelétrica é vista como uma fonte de energia renovável. Afinal, a água é vista como uma riqueza inesgotável na natureza e pode ser reutilizada depois de ser jogada de volta nos rios e represas.

Além disso, a energia hidrelétrica é vista como uma fonte de energia de produção mais barata em relação a outras formas de energia, como a energia nuclear ou a térmica.

Ela também é vista como um tipo de energia com baixo índice de emissão de gás carbônico e outros poluentes na atmosfera, sendo mais sustentável do que as energias citadas antes e a energia do carvão mineral — uma das grandes responsáveis pela emissão de gás carbônico pelo mundo.

Desvantagens da energia hidrelétrica

Apesar de ser vista como benéfica para o turismo local, se tornando um ponto de visitação e turismo, como é o caso da Usina de Itaipu, a construção de usinas hidrelétricas é vista como um problema para a biodiversidade local.

Isso porque, para que a construção de uma usina hidrelétrica seja possível, há uma série de alterações necessárias na estrutura de grandes áreas afastadas dos centros urbanos.

Entre essas alterações estão o desmatamento de áreas extensas de mata e a retirada de espécies nativas, tanto de fauna quanto de flora. Outro grande problema é a remoção de povos locais, como populações ribeirinhas, comunidades indígenas e populações rurais de suas terras, tirando tanto a casa quanto alterando a economia destas comunidades.

Por essas razões, apesar da energia hidrelétrica ser vista como uma fonte de energia limpa, há uma grande discussão quanto ao fato dela ser sustentável, já que há a necessidade de grandes alterações no ecossistema de algumas regiões para a construção das usinas que a produzem.

Quais são as maiores usinas hidrelétricas do Brasil e do mundo?

O Brasil tem três usinas hidrelétricas entre as cinco maiores usinas do mundo, mas o primeiro lugar não é do nosso país: ele pertence à China, que, desde 2006, tem a Usina de Três Gargantas em seu território.

Já a maior usina hidrelétrica do Brasil é a Usina de Itaipu, localizada na fronteira entre Brasil e Paraguai, com 7.919 metros de comprimento e uma área que ocupa 1350 km² de território, passando por ambos os países.

Confira quais são as cinco maiores usinas hidrelétricas do mundo:

  1. Usina de Três Gargantas, na China;
  2. Usina de Itaipu, no Brasil;
  3. Usina de Belo Monte, no Brasil;
  4. Usina de Guri, na Venezuela;
  5. Tucuruí I e II, no Brasil.
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade