PUBLICIDADE

Inmet emite alerta de perigo para onda de calor em 3 Estados brasileiros

Fenômeno irá fazer temperaturas subirem no centro-sul do País

14 jun 2024 - 14h11
(atualizado às 14h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Monitor do Mercado

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu alerta laranja, indicativo de perigo, para uma nova onda de calor, que deve atingir três Estados brasileiros. As temperaturas mais altas são esperadas em São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, de acordo com a previsão.

Segundo o alerta do Inmet a onda de calor pode chegar entre o período que vai desde a manhã de quinta-feira, 13, até a noite desta sexta-feira, 14.

De acordo com o Instituto, há risco para a saúde da população das áreas afetadas pelo calorão. A temperatura deve ficar, pelo menos, 5ºC acima da média, e a condição pode se prolongar por três a cinco dias.

O calor acontece devido a um “anticiclone”, que mantém uma massa de ar quente sobre as regiões, com umidade baixa nos períodos mais quentes. O fenômeno oferece riscos para a saúde, podendo causar problemas respiratórios, dor de cabeça e náusea.

A umidade do ar abaixo de 25% pode aumentar o risco dos sintomas, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Inmet emitiu alerta laranja de perigo para região centro-sul do Brasil
Inmet emitiu alerta laranja de perigo para região centro-sul do Brasil
Foto: Reprodução/Inmet

São Paulo

No Estado de São Paulo, as cidades que devem ser afetadas pelo calor são Bauru, Araçatuba, Assis, Presidente Prudente e Ourinhos, entre outras. As temperaturas chegam aos 30ºC em Bauru e 32ºC em Presidente Prudente, por exemplo.

Paraná

No Paraná, o calor ficará concentrado na região noroeste, principalmente em Londrina, Campo Mourão e Cascavel. Parte da fronteira com o Paraguai também está dentro da região afetada. A previsão é de máxima de 31ºC em Londrina nesta sexta, segundo o Climatempo.

Mato Grosso do Sul

O Mato Grosso do Sul será o Estado mais afetado pela onda de calor. A parte ao norte e a divisa com Minas Gerais não devem ser afetadas. Toda a fronteira com o Paraguai e parte da fronteira com a Bolívia serão atingidas.

Corumbá e região, além de grande parte da área pantaneira estão na zona afetada pelo calor. Em Corumbá, a máxima prevista é de 36ºC nesta sexta, segundo o Climatempo.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade