0

Aston Martin AMR21, novo carro de Vettel, resgata o verde

Aston Martin apresenta seu novo carro de Fórmula 1 após 60 anos. Novo AMR21 será pilotado por Sebastian Vettel e Lance Stroll

3 mar 2021
18h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Novo Aston Martin AMR21 é uma evolução do RP20 utilizado pela Racing Point em 2020.
Novo Aston Martin AMR21 é uma evolução do RP20 utilizado pela Racing Point em 2020.
Foto: Aston Martin / Divulgação

Após 60 anos afastada da Fórmula 1, a Aston Martin está de volta à categoria. A escuderia inglesa substituta da Racing Point anunciou nesta quarta (3) o AMR21, seu novo carro para a temporada 2021. Com direito à clássica pintura verde utilizada por carros de corrida britânicos, o novo AMR21 será guiado por Lance Stroll e pelo tetracampeão Sebastian Vettel, ex-Ferrari.

Por fora, o destaque é a nova pintura verde metálica no clássico tom British Racing Green, já utilizado por britânicos em competições automobilísticas há mais de 100 anos. O novo layout substitui a cor rosa que era utilizada pela Racing Point. Além disso, o AMR21 conta com detalhes em preto e rosa, por causa da BWT, que deixou de ser patrocinadora master mas manteve o apoio na equipe.

Novo Aston Martin AMR21 conta com tradicional layout na cor British Racing Green.
Novo Aston Martin AMR21 conta com tradicional layout na cor British Racing Green.
Foto: Aston Martin / Divulgação

Assim como os carros das outras equipes, o AMR21 é basicamente uma evolução do RP20 utilizado no ano passado pela Racing Point. Vale lembrar que esse modelo foi alvo de comentários com relação à semelhança com o Mercedes W10, utilizado em 2019, o que rendeu o apelido de Mercedes Rosa. Além disso, outro fator que contribuiu para diversos memes foi a punição da Racing Point, que foi multada e perdeu 15 pontos no Mundial de Construtores por usar o mesmo duto de freio traseiro da Mercedes.

Em relação ao modelo passado, o AMR21 traz algumas mudanças pontuais com foco na aerodinâmica. A principal delas é a adoção do novo assoalho, de dimensões menores. A nova peça visa diminuir os níveis de downforce, e é uma modificação obrigatória para este ano. Outras modificações importantes aconteceram na célula de sobrevivência e em alguns componentes da traseira do Aston Martin. Mecanicamente, o AMR21 terá uma caixa de câmbio atualizada, e manterá os motores fornecidos pela Mercedes, parceira técnica da equipe.

Dupla de pilotos será formada pelo canadense Lance Stroll e pelo tetracampeão Sebastian Vettel.
Dupla de pilotos será formada pelo canadense Lance Stroll e pelo tetracampeão Sebastian Vettel.
Foto: Aston Martin / Divulgação

As mudanças implementadas para 2021 tem como objetivo melhorar o desempenho da equipe, que conquistou o quarto lugar no Mundial de Construtores. Representada pelo canadense Lance Stroll e pelo mexicano Sergio Pérez, a antiga Racing Point chegou a brigar pela segunda colocação entre equipes, e teve como ponto alto a vitória de Pérez no GP de Sakhir, a primeira da história da equipe e do piloto na categoria.

Para o lugar de Pérez -- que foi para a Red Bull -- a Aston Martin resolveu apostar no tetracampeão Sebastian Vettel, que teve uma temporada bem abaixo do esperado na Ferrari. Para o alemão de 33 anos, é uma chance de recomeçar com um carro competitivo, podendo brigar por alguns pódios e até mesmo eventuais vitórias. Para a Aston Martin, trata-se de um piloto experiente e um grande nome na categoria.

Além do clássico verde metálico, novo Aston Martin AMR21 também traz detalhes em rosa e preto.
Além do clássico verde metálico, novo Aston Martin AMR21 também traz detalhes em rosa e preto.
Foto: Aston Martin / Divulgação

Ele será companheiro de Lance Stroll, que apesar dos 22 anos, já vai para a sua quinta temporada na Fórmula 1. Ao passo de ter sua presença na categoria contestada, muito por conta de ser filho do dono da equipe, Stroll chega após sua melhor temporada, quando conquistou uma pole position e dois pódios.

Confirmado desde o ano passado, o retorno da Aston Martin à Fórmula 1 teve influência direta do empresário canadense Lawrence Stroll. O pai de Lance é dono da equipe e assumiu o comando da montadora inglesa após um investimento bilionário que salvou a Aston Martin de uma crise financeira. Trata-se da segunda passagem da marca pela Fórmula 1, que participou de apenas cinco GPs entre os anos de 1959 e 1960, e teve como melhor resultado dois sextos lugares, ambos conquistados pelo piloto britânico Roy Salvadori.

Aston Martin busca melhorar o desempenho da Racing Point, quarta colocada entre construtores em 2020.
Aston Martin busca melhorar o desempenho da Racing Point, quarta colocada entre construtores em 2020.
Foto: Aston Martin / Divulgação

Agora, a equipe inglesa volta as atenções para a preparação para a pré-temporada da Fórmula 1, que será realizada entre os dias 12 e 14 de março no Circuito Internacional do Bahrein, local onde será disputada a primeira etapa da temporada, no dia 28 do mesmo mês.

Veja também:

Live do GP do Bahrein: como Hamilton superou Verstappen
Parabólica
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade