PUBLICIDADE

A possível punição a Verstappen (e mais dois) no grid da F1

Verstappen, Bottas e Sainz ignoraram bandeira amarela na parte final da classificação. Situação do piloto da Red Bull é mais delicada

20 nov 2021 19h03
ver comentários
Publicidade
Verstappen está sob investigação no Catar
Verstappen está sob investigação no Catar
Foto: Red Bull / Twitter

O último ato da sessão de classificação para o GP do Catar foi uma bandeira amarela. O motivo foi um incidente com o AlphaTauri de Pierre Gasly que, ao passar sobre a zebra externa da curva 15, sofreu um corte no pneu e quebra na asa dianteira. O francês precisou diminuir a velocidade e encostar seu carro junto ao muro da reta dos boxes. Os carros que vinham atrás, todos em suas últimas voltas rápidas, tiveram que aliviar em razão da bandeira amarela.

Após o fim da sessão, a FIA analisou imagens e dados e detectou que Max Verstappen (2º), Valtteri Bottas (3º) e Carlos Sainz (7º) não diminuíram o ritmo no trecho que estava sob amarela. Verstappen chegou a melhorar seu próprio tempo enquanto a pista estava sob bandeira de alerta - mas não o suficiente para ser mais rápido que Hamilton, o pole. Como consequência, os três pilotos foram convocados para reuniões com a direção de prova no domingo (20), antes da largada. 

Apesar de parecidos, os casos não são idênticos. Bottas e Sainz passaram pelo incidente quando era apresentada uma única bandeira amarela, enquanto Verstappen, que era o último da fila a tentar uma volta rápida, passou já sob bandeira amarela dupla.

Bottas é outro que está sob investigação
Bottas é outro que está sob investigação
Foto: Mercedes / Twitter

O que diz a FIA
O documento oficial da FIA relativo à etapa do Catar, emitido na quinta-feira (18), discorre expressamente sobre a situação de bandeiras amarelas simples e duplas. Confirma abaixo o que diz a entidade: 

“Bandeira dupla: qualquer piloto passando por um setor em que houver bandeira amarela dupla deve reduzir a velocidade significativamente e estar preparado para mudar de direção ou parar. Para que os comissários se certifiquem de que qualquer piloto está de acordo com esses termos, deve ficar claro que ele não tentou faer um tempo de volta significativo. Por motivos práticos, qualquer piloto que passar por um setor de amarela dupla terá seu tempo de volta deletado. 

Bandeira simples: pilotos devem reduzir suas velocidades e estar preparados para mudar de direção. Deve ficar claro que o piloto reduziu a velocidade e, para que fiquei claro, é esperado que o piloto freie antes ou reduza discernivelmente a velocidade no setor em questão. Pilotos não pode ultrapassar outros carros em setor de bandiera amarela simples, a menos que seja claro que o carro esteja diminuindo em razão de um problema óbvio, exemplo: dano por acidentes ou pneu vazio.” 

Sainz, da Ferrari, foi outro piloto a ignorar bandeira amarela
Sainz, da Ferrari, foi outro piloto a ignorar bandeira amarela
Foto: Ferrari / Twitter

Precedente
A não observância de bandeiras amarelas em classificação já foi alvo de discussão no passado recente. Há precedentes que indiquem punição. 

Um dos exemplos foi com Hamilton, no GP da Áustria de 2020. Naquela ocasião, o inglês fez sua melhor volta no Q3 logo após o Bottas ir para a caixa de brita e a bandeira amarela ser apresentada. Por ignorar a sinalização e não diminuir a velocidade, o inglês foi punido em 3 posições no grid de largada. 

Já esse ano, na etapa inaugural da temporada, Sebastian Vettel perdeu 5 posições no grid do GP do Barein por ignorar bandeiras amarelas duplas. Na ocasião, Nikita Mazepin rodou na curva 1, mas Vettel passou em velocidade pelo trecho e fez sua volta rápida.

O próprio Verstappen perdeu uma pole position por ignorar bandeiras amarelas. Na classificação para o GP do México de 2019, ele cravou a melhor volta logo após Bottas bater forte na entrada da reta final. O holandês da Red Bull continuou acelerando e foi o mais rápido, mas tomou uma punição de 3 posições no grid por não reduzir a velocidade na zona sob bandeira amarela.

Parabólica
Publicidade
Publicidade