3 eventos ao vivo

Novo Mercedes Classe C chega em 2022 com versão híbrida

Mercedes-Benz Classe C ganha nova geração e vai atacar BMW Série 3 com versão híbrida plug-in de 313 cv e carregamento em 30 minutos

23 fev 2021
20h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Novo Mercedes Classe C conta com design inspirado no irmão maior Classe S, e traz faróis de perfil angulado e com luzes de led.
Novo Mercedes Classe C conta com design inspirado no irmão maior Classe S, e traz faróis de perfil angulado e com luzes de led.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Um dos carros mais importantes e vendidos da Mercedes-Benz está de cara nova. A montadora alemã revelou nesta terça (23) a nova geração do Classe C. Apresentado nas carrocerias sedan e perua, o novo modelo chega após quase sete anos desde o lançamento da última geração, que foi produzida no Brasil.

Por fora, o novo modelo traz um design evolutivo, que segue a identidade visual da marca e que traz algumas características parecidas com outros carros da Mercedes. Na frente, o novo Classe C chega com faróis com formato angular e luzes de led. Outra mudança é a nova grade, que conta com dimensões maiores, sempre com o logotipo da montadora alemã. Ao contrário da geração anterior, o novo modelo não terá versões com a estrela sob o capô.

Traseira traz agora lanternas de perfil horizontal, que invadem a tampa do porta-malas.
Traseira traz agora lanternas de perfil horizontal, que invadem a tampa do porta-malas.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Na traseira, o Classe C conta com uma traseira que lembra bastante a atual geração do Classe S, lançada em 2020. Ao contrário do modelo antigo, o novo Classe C agora conta com lanternas de aspecto mais fino, que invadem a tampa do porta-malas. Aliás, tanto por dentro quanto por fora, é visível que a Mercedes teve a intenção de tornar a nova geração do Classe C um “mini-Classe S”.

Construído agora sobre a plataforma modular MRA, o novo Classe C conta agora com 4,75 m de comprimento, 6,5 cm a mais em relação à geração anterior. Além disso, a nova geração também está 1 cm mais larga (1,82 m) e baixa (1,43 m). O entre-eixos, por outro lado, cresceu 2,5 cm e passou a contar com 2,86 m. De acordo com a Mercedes, esse ganho se traduz em mais espaço para os ocupantes, sobretudo na área das pernas e ombros. O porta-malas leva 455 litros no sedã e 490 na perua -- que pode levar até 1.510 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Novo Mercedes Classe C pode ser equipado com rodas aro 17, 18 ou 19’.
Novo Mercedes Classe C pode ser equipado com rodas aro 17, 18 ou 19’.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

O interior do modelo conta com aspecto luxuoso, e o console parece uma cópia do Classe S, só que em dimensões menores. O destaque fica para duas telas, sendo a primeira delas o painel de instrumentos, que é totalmente digital, e que dependendo da versão, pode contar com 10,25” ou 12,3”. A segunda, por sua vez, é a central multimídia. Posicionada na vertical, ela traz o sistema MBUX, e está disponível em versões de 9,5 ‘’ou 11,9’’.

O sistema de entretenimento pode ainda ser equipado com recursos 3D e trazer funções de realidade aumentada. O sistema conta com comandos acionados por voz e, de acordo com a Mercedes, é capaz de interagir e reconhecer os ocupantes do carro pela voz.

Mecanicamente, o modelo conta com opções a gasolina e diesel. No entanto, todas as versões são equipadas com um sistema híbrido-leve de 48 volts EQ Boost, que conta com um motor elétrico chamado ISG. O conjunto atua na recuperação de energia durante as frenagens. Esta, por sua vez, é utilizada para oferecer até 20 cv de potência extra ao motor a combustão quando necessário.

Mecanicamente, todas as versões do novo Classe C contam com um sistema híbrido-leve de 48 volts, que oferece potência extra ao carro.
Mecanicamente, todas as versões do novo Classe C contam com um sistema híbrido-leve de 48 volts, que oferece potência extra ao carro.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Com opções a gasolina que variam desde o 1.5 turbo de 170 cv e 250 Nm de torque da versão C 180 até o 2.0 turbo de 258 cv e 400 Nm do C 300, o novo Classe C traz um câmbio automático de 9 marchas e tração traseira -- como opcional, o modelo pode ser equipado com a tração integral 4Matic. Na versão mais potente, o C3 00 acelera de 0 a 100 km/h em 6 segundos e atinge uma velocidade máxima de 250 km/h.

Além disso, o modelo também contará em breve com uma versão híbrida plug-in. De acordo com a Mercedes, a configuração será equipada com um motor 2.0 turbo, que funcionará em conjunto com um elétrico de 129 cv. Juntos, eles entregarão uma potência combinada de 313 cv e uma autonomia de 100 km em modo totalmente elétrico. Além disso, o modelo também terá suporte a carregamento rápido, permitindo uma recarga completa em torno de 30 minutos.

Interior do modelo foi fortemente inspirado no Classe S, com destaque para o painel de instrumentos digital e a central multimídia vertical de até 11,9’’.
Interior do modelo foi fortemente inspirado no Classe S, com destaque para o painel de instrumentos digital e a central multimídia vertical de até 11,9’’.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Novo Classe C quer roubar clientes do BMW Série 3

O lançamento da nova geração é uma estratégia importante para a Mercedes, visto que a relevância comercial do Classe C em diversos mercados, como os EUA, Alemanha e China. Lançada em 2014, a atual geração do modelo já acumulava seis anos de mercado, e já era superada em vendas pelo BMW Série 3, um de seus principais concorrentes, renovado em 2018.

No Brasil, o Classe C é o carro mais vendido da montadora alemã, e chegou a liderar o segmento de sedãs médios premium de 2015 a 2018. No entanto, o sucesso parece ter ficado no passado. Em 2020, Mercedes emplacou 2.164 unidades do modelo no ano passado. Isso significa uma queda de quase 40% em relação a 2019, quando o modelo registrou 3.565 unidades. Por outro lado, o BMW Série 3 reina soberano no segmento, com 5.170 emplacamentos no ano passado.

Novo Mercedes Classe C também conta com carroceria perua, mas ela está distante do Brasil.
Novo Mercedes Classe C também conta com carroceria perua, mas ela está distante do Brasil.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Enquanto a geração anterior chegou a ser fabricada no Brasil, o novo Classe C chegará ao país somente importado. Após o encerramento da produção em Iracemápolis (SP), a nova geração será produzida nas fábricas de Bremen (Alemanha) e East London (África do Sul). Em tempos de instabilidade econômica e desvalorização do real, isso significa que o preço do modelo será ainda maior do que o atual, que é vendido por preços que partem de R$ 237.900 até R$ 323.900.

O novo Mercedes Classe C poderá ser encomendado a partir do final do próximo mês na Europa, com entregas previstas a partir do meio do ano. Por outro lado, a vinda do modelo ao Brasil ainda não tem data definida. O mais provável, no entanto, é que a nova geração chegue somente no ano que vem, ou pelo menos no fim de 2021.

Veja também:

Novo Nissan Kicks 2022 dá um salto de qualidade
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade