2 eventos ao vivo

Nova Toyota Hilux aposta no visual; SRX custa R$ 241.990

Toyota muda design, adiciona equipamentos e melhora potência do motor a diesel. Hilux cabine dupla a diesel parte de R$ 188.990

17 nov 2020
21h46
atualizado às 21h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Nova picape Toyota Hilux 2021: modificações em busca da liderança perdida.
Nova picape Toyota Hilux 2021: modificações em busca da liderança perdida.
Foto: Toyota / Divulgação

A Toyota apresentou na noite de terça (17) a nova picape Hilux 2021. O veículo chega ao mercado brasileiro com modificações visuais, mais conforto, mais tecnologia e, segundo o fabricante, melhor desempenho e maior segurança. A Hilux é produzida em Zárate, na Argentina, e começa a ser vendida nas concessionárias a partir de 26 de novembro.

Já havíamos adiantado como seria a nova Hilux. Não se trata de uma nova geração, mas sim de um facelift. O objetivo das mudanças é fazer com que a Hilux volte à liderança do segmento de picapes médias com carroceria sobre chassi. Nos últimos meses, a Chevrolet S10 passou a liderar o mercado -- e isso coincidiu com as recentes modificações introduzidas pela GM.

A nova Hilux apresenta mudanças nos faróis dianteiros, grade e para-choques. Na cabine, o equipamento de áudio passou a ser integrado ao painel de instrumentos. Todas as versões cabine dupla da Hilux estão equipadas com uma nova multimídia 8”. Esse upgrade também tem a ver com o mercado. Em breve, a Peugeot lançará sua picape, a Landtrek, que promete chegar com alto nível de equipamentos. A Toyota também estava atrás da Chevrolet S10, Ford Ranger, Volkswagen Amarok e Nissan Frontier na questão da multimídia.

Toyota Hilux é produzida na Argentina e começa a ser vendida dia 28 de novembro.
Toyota Hilux é produzida na Argentina e começa a ser vendida dia 28 de novembro.
Foto: Toyota / Divulgação

As versões cabine simples ganham controle eletrônico de estabilidade, assistente de subida, controle eletrônico de tração e luz de frenagem emergencial automática. A maior novidade é o Toyota Safety Sense, disponível na Hilux SRX, com sistema de pré-colisão frontal, alerta de mudança de pista e piloto automático adaptativo. Todas as versões cabine dupla contam com seis airbags, isofix para cadeirinhas e assistente de reboque.

O motor 2.8 a diesel teve aumento de 15% na potência e passa a desenvolver 204 cavalos. As versões flex seguem com o motor 2.7 flex Dual VVT-i de 159/163 cv (gasolina/etanol). O torque para as versões automáticas (AT6) cresceu 11%, passando a 499 Nm a 2.800 rpm. As Hilux equipadas com câmbio manual (MT6) mantêm o torque de 419 Nm a 3.400 rpm.

As versões SRX, SRV, SR e Power Pack contam agora com um novo design dianteiro mais moderno. Houve alterações nos faróis, grades e para-choques. A Hilux SRX traz os novos faróis bi-LED. Na traseira, a versão topo de linha também passa a contar com lanternas em LED com novo grafismo. 

As rodas de liga leve de 18” das versões SRX e SRV trazem novo desenho com acabamento em preto, com pneus 265/60. Nas versões SR e Power Pack, as rodas são de 17” com pneus têm 265/65. Na SR, as rodas são de liga leve; na Power Pack, são de aço. As demais versões possuem rodas em aço estampado de 17”, porém, com pneus 225/70.

Motor 2.8 diesel da Hilux ganhou potência e agora entrega 204 cavalos.
Motor 2.8 diesel da Hilux ganhou potência e agora entrega 204 cavalos.
Foto: Toyota / Divulgação

O design traseiro tem novo grafismo nas lanternas verticais. As versões SR, SRV e SRX contam com a maçaneta de abertura da tampa cromada, onde também está localizada a câmera de ré. O para-choque foi projetado para melhorar a acessibilidade à caçamba, e segue sendo cromado nas versões SR, SRV e SRX.

Segundo a Toyota, o formato do teto possui dois vincos que ajudam a direcionar a passagem de ar para fora da área da caçamba, tornando o veículo mais estável.

Todas as versões da Hilux receberam melhorias destinadas a otimizar o conforto de condução, o quer poderemos conferir quando recebermos o veículo para avaliação. Nas versões cabine dupla, o trabalho na suspensão foi focado nos amortecedores e molas. A versão SRX ganhou amortecedores de maior diâmetro (+6,7% em comparação com a anterior) com uma afinação especialmente orientada para o conforto.

Em todas as versões foram adicionadas buchas com novo design na junção das molas com o chassi. Também foram adicionados novos suportes de cabine, com o objetivo de proporcionar maior rigidez lateral e de reduzir o nível de vibrações transmitidas à cabine.

Central multimídia 8" é um dos itens que tornam a Hilux 2021 mais competitiva.
Central multimídia 8" é um dos itens que tornam a Hilux 2021 mais competitiva.
Foto: Toyota / Divulgação

Os bancos dianteiros da Hilux SRX passam a contar com sistema de ventilação. Tanto a SRX quanto a SRV incorporam sensores de estacionamento dianteiros e traseiros. O  computador de bordo com tela de 4,2” (versões SRX, SRV e SR) possui duas funções adicionais: indicador digital de velocidade e o indicador de posição das rodas dianteiras. 

As versões diesel SRX, SRV e SR e a versão SRV 4x4 flex da nova Hilux apresentam diferencial de deslizamento limitado eletronicamente, de forma a transferir força de tração para a roda com a maior aderência. As Hilux a diesel (SRX, SRV e SR) possuem Assistente de Descida.

As cores disponíveis para a Nova Hilux são: Vermelho Metálico, Preto Mica, Prata Metálico, Super Branco e Branco Perolizado (somente na versão SRX). No dia do lançamento da nova Hilux, a picape da Toyota tinha 1.842 unidades vendidas em novembro, contra 1.928 da Chevrolet S10.

Os preços da nova Toyota Hilux 2021 são os seguintes:

Hilux 2.7 Flex

  • SR 4x2 AT - R$ 145.390
  • SRV 4x2 AT - R$ 157.490
  • SRV 4x4 AT - R$ 169.790

Hilux 2.8 Diesel

  • Chassi 4x4 MT - R$ 164.790
  • Cabine Simples 4x4 MT - R$ 170.890
  • Power Pack 4x4 MT - R$ 188.990
  • SR 4x4 AT - R$ 201.790
  • SRV 4x4 AT - R$ 216.990
  • SRX 4x4 AT - R$ 241.990

Veja também:

Porsche Taycan, o carro elétrico que é uma obra-prima
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade