5 eventos ao vivo

Ford vai disputar o 10º lugar no ranking com Caoa Chery

Sem a venda dos três modelos que fabrica no Brasil (Ka Hatch, Ka Sedan e EcoSport), Ford teria apenas 22.035 vendas no ano

12 jan 2021
14h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Ford Ka Sedan: versão topo de linha Titanium tem preço com patível com o Arrizo 5.
Ford Ka Sedan: versão topo de linha Titanium tem preço com patível com o Arrizo 5.
Foto: Ford / Divulgação

Acredite se quiser: em 2021 a poderosa Ford, criadora da linha de produção e primeira montadora do país, disputará o 10º lugar no ranking de carros brasileiros com a nova Caoa Chery, montadora recém criada com a associação da brasileira Caoa com a chinesa Chery. Somados, os três modelos que deixaram de ser produzidos (Ka Hatch, Ka Sedan e EcoSport) venderam 117.220 unidades em 2020.

Sem esses carros, a Ford cai do patamar de 139.255 carros anuais para apenas 22.035, ou seja, passa do 5º para o 10º lugar. Entretanto, em 11º está a Caoa Chery, única marca que manteve os níveis de venda pré-pandemia e que vendeu 20.089 carros. Curiosamente, o Grupo Caoa é o maior revendedor Ford do Brasil, com 10 concessionárias.

Arrizo 5: sedã compacto pode ser opção da Caoa para os órfãos do Ford Ka Sedan.
Arrizo 5: sedã compacto pode ser opção da Caoa para os órfãos do Ford Ka Sedan.
Foto: Caoa Chery / Divulgação

Evidentemente, a Ford terá outros modelos para colocar no mercado, como os novos Bronco e Bronco Sport, além da futura picape Maverick, que fará competição à Fiat Toro, e o novo Transit (furgão e van). O volume que conseguirá com esses carros vai depender do posicionamento de preços. Dos três, o único que pode ter um grande volume este ano é o Bronco Sport, que concorre diretamente com o Jeep Compass. A picape Maverick deve chegar em 2022.

Do outro lado, entretanto, tem a Caoa Chery com carros em crescimento, especialmente o Tiggo 5X e o Tiggo 8. Ainda este ano a marca sino-brasileira deve apresentar o novo Tiggo 2, que, ironicamente, poderá ocupar exatamente o espaço que era do Ford EcoSport no segmento de SUVs compactos de entrada. O EcoSport SE 1.5 custa R$ 69.770; o Tiggo 2 sai por R$ 72.090.

Tiggo 2: já lançado na China como Tiggo 3X Plus, chega com nova frente em 2021.
Tiggo 2: já lançado na China como Tiggo 3X Plus, chega com nova frente em 2021.
Foto: Chery / Divulgação

Não é difícil imaginar que clientes do antigo Ford Ka Sedan, devidamente cadastrados nas 10 concessionárias Ford Caoa, sejam devidamente encaminhados para um consultor que pode mostrar as vantagens do Caoa Chery Arrizo 5, que custa R$ 80.590 e pode interessar a atuais proprietários do Ka Sedan Titanium, de R$ 80.990.

Tanto a Ford quanto a Caoa Chery agora têm o mesmo objetivo: alcançar as vendas da Nissan, que está em 10º lugar com 61.005 carros vendidos, mas deve subir para 9º com o fim da produção dos modelos da Ford. A Ford tentará se reerguer -- e principalmente ser lucrativa -- num momento em que terá de reconquistar a confiança do consumidor; a Caoa Chery deve acelerar suas pretensões de uma das top 10 marcas do Brasil, objetivo que havia estabelecido para 2023.

Ford EcoSport 1.5 FreeStyle: versão mais barata, SE, briga diretamente com o Tiggo 2.
Ford EcoSport 1.5 FreeStyle: versão mais barata, SE, briga diretamente com o Tiggo 2.
Foto: Ford / Divulgação

 

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade