0

Rival estoniana da Uber começa a operar em Londres, após fracasso em 1° tentativa

11 jun 2019
13h33
atualizado às 13h57
  • separator
  • comentários

A Bolt, que até o início de 2019 se chamava Taxify, entrará novamente no concorrido mercado de táxis de Londres nesta terça-feira, prometendo viagens mais baratas aos passageiros e uma porcentagem maior das corridas para os motoristas do que a rival Uber.

Carro da Bolt em Riga, Letônia 04/04/2019 REUTERS/Ints Kalnins
Carro da Bolt em Riga, Letônia 04/04/2019 REUTERS/Ints Kalnins
Foto: Reuters

A decisão acontece um mês depois que os motoristas da Uber em Londres fizeram uma série de greves para protestar contra a disparidade entre as condições da categoria e a avaliação de 82 bilhões de dólares da Uber em bolsa de valores.

"A Uber é basicamente um monopólio. Ao mesmo tempo, um motorista médio da Uber ganha menos do que o salário mínimo", disse o fundador da Bolt, Markus Villig, à Reuters.

A Uber recebe cerca de 25 por cento dos ganhos dos motoristas. A Bolt promete cobrar em Londres nos primeiros dois meses 7,5 por cento e depois 15 por cento, argumentando que motoristas mais felizes oferecem um serviço melhor.

A primeira tentativa da Bolt de entrar no mercado de Londres foi interrompida por reguladores de transportes que negaram a licença em 2017.

A Bolt arrecadou 175 milhões de dólares no ano passado em financiamento de um grupo liderado pela montadora alemã Daimler.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade