PUBLICIDADE

O que o Metaverso promete para o futuro do e-commerce?

2 mai 2022 02h00
ver comentários
Publicidade
Foto: CardMapr / Unsplash

Falar sobre Metaverso hoje é como falar de internet ou ciberespaço na década de 1970. Parece algo extremamente futurista. Mas ainda que essa tecnologia pareça uma realidade distante para a gente, o metaverso está cada vez mais próximo do nosso dia a dia. Ao longo desta e das próximas décadas esse recurso deverá se desenvolver e se redefinir diversas vezes. Afinal, aonde essa tecnologia chegará?

Antes de apresentarmos nossas perspectivas para o Metaverso no futuro e como essa tecnologia impactará o e-commerce, precisamos entender do que ele se trata. O termo “metaverso” se refere a uma mudança na forma como interagimos com a tecnologia, especificamente em realidades virtuais e aumentadas.

O surgimento de tecnologias de Metaverso, incluindo social commerce, realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR), criptomoeda e tokens não fungíveis (NFTs), já estão impactando as estratégias das marcas. Por exemplo, várias empresas lançaram aplicativos AR e VR para ajudar os compradores a testar e comprar seus produtos. Essas tecnologias apresentam possibilidades expansivas para a criação de novas ofertas em espaços digitais e físicos à medida que o metaverso se torna realidade.

Evoluindo com o e-commerce

Realidade aumentada e virtual estão em alta como conteúdo interativo. E as marcas já estão explorando como fornecer experiências inovadoras através dessas ferramentas. Entretanto, o hardware e a tecnologia necessários para obter recursos de AR e VR são volumosos e caros. 

Mas marcas como a Meta estão oferecendo fones de ouvido VR e tecnologia semelhante a custos cada vez mais baixos, sinalizando que essas tecnologias se tornarão mais acessíveis, o que, por sua vez, levará à adoção em massa. À medida que a realidade virtual se torna mais difundida, as marcas explorarão novas maneiras de se conectar com os clientes.

Dentro do e-commerce, também veremos um aumento na demanda por experiências personalizadas. De acordo com uma pesquisa realizada em 2021, 71% dos clientes esperam experiências personalizadas das marcas e 76% dizem que ficarão frustrados sem isso. 

As marcas estão encontrando maneiras de oferecer promoções direcionadas, recomendações relevantes de produtos ou serviços, interações individuais com a equipe e oportunidades de engajamento, como compras ao vivo. Mas o Metaverso elevará as experiências personalizadas do cliente a um novo nível. Os consumidores poderão visitar as lojas virtuais em qualquer lugar e a qualquer hora.

Comprar produtos diretamente em plataformas de mídia social é cada vez mais popular e esse modo de compra deve atingir a soma de US$ 1,2 trilhão em todo o mundo até 2025. Assim como as marcas estão adotando as ferramentas para permitir a compra diretamente no Facebook, Instagram e TikTok, o metaverso provavelmente incluirá novas plataformas onde as marcas terão a oportunidade de vender.

O desenvolvimento do Metaverso provavelmente abrangerá a próxima década, evoluindo constantemente. Para se preparar para esta próxima era de interação online, no entanto, as marcas podem começar agora investindo em AR e VR, social commerce e outras ferramentas que permitem experiências integradas, omnicanal e personalizadas. As marcas que iniciarem suas jornadas no Metaverso hoje, liderarão o pacote nesta próxima fronteira do comércio.

(*) Alexandra Avelar é country-manager na Emplifi Brasil.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade