PUBLICIDADE

Startup de supermercado Favo recebe aporte de R$ 141 mi para expandir operação no Brasil

Empresa opera no Brasil e no Peru e quer conquistar território com atendimento individualizado via redes sociais

6 out 2021 19h15
ver comentários
Publicidade

A Favo, startup de entrega de produtos de supermercado, anunciou nesta quarta-feira, 6, o recebimento de um aporte Série A no valor de R$ 141 milhões, liderado pela Tiger Global, com participação dos fundos GFC (Global Founders Capital), MSA Capital, Elevar Equity, Positive Ventures, FJ Labs, H2O e investidores como David Vélez, fundador e presidente do Nubank.

Com atuação na região da Grande São Paulo, o objetivo agora é espalhar a operação para o interior do Estado — o investimento em logística figura como uma das principais metas com o investimento.

"Com a nova captação, será possível continuar investindo em tecnologia e no aprimoramento de nosso próprio ecossistema de logística, customizado para atender o modelo de negócio, sem abrir mão da qualidade de atendimento, democratizando a maneira como as pessoas fazem compras de mercado online na América Latina", comenta Alejandro Ponce, fundador da Favo.

O app, que funciona como um e-commerce de itens de supermercado, investe na entrega de produtos no dia seguinte à compra, com um acompanhamento de um profissional da plataforma via WhatsApp — cada colaborador possui uma espécie de lojinha para que o cliente possa acessar os produtos.

O contato entre fornecedor e consumidor por meio de um atendimento individualizado — os empreendedores — é o que a Favo acredita que pode destacar a empresa e um mercado competitivo no Brasil, com plataformas já consolidadas como Rappi, Cornershop e iFood.

"A Favo tem fortalecido comunidades tanto no Brasil como no Peru, mudando a forma como as pessoas fazem compras de supermercado, além de gerar renda para quem precisa. E tudo isso tem sido possível graças à tecnologia, que simplifica a cadeia de suprimentos e conecta empreendedores aos seus clientes, muitas vezes seus próprios vizinhos", ressalta Ponce.

Até o final do ano, a Favo espera estar em pelo menos mais uma grande cidade de São Paulo — Campinas — e acredita que o olhar de investidores estrangeiros pode ajudar na expansão para o restante do País. A startup já atendeu mais de 700 mil pedidos no Brasil e oferece uma seleção de cerca de 2,5 mil produtos na plataforma.

*É estagiária sob supervisão do editor Bruno Romani

Estadão
Publicidade
Publicidade