1 evento ao vivo

Startup de carne vegetal pode chegar a US$ 1 bi com IPO

Beyond Meats estima que vai levantar US$ 200 milhões com venda de ações; estreia na Bolsa deve acontecer nos próximos meses

23 abr 2019
05h11
atualizado às 13h25
  • separator
  • 0
  • comentários

A empresa americana Beyond Meats, que faz versões de carnes vegetais, disse que espera levantar US$ 200 milhões em sua oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) prevista para os próximos meses. A companhia, conhecida por desenvolver em laboratório hambúrguer, frango e salsicha 100% vegetais, espera sair do seu primeiro dia na Bolsa valendo US$ 1 bilhão.

Com a oferta pública, a Beyond Meat será a primeira empresa que fabrica carne com base vegetal a ser a ser listada na Bolsa. Entre as rivais que devem seguir o exemplo está a startup Impossible Burger conhecida pelo seu hambúrguer que "sangra".

A empresa americana Beyond Meats, que faz versões de carnes vegetais, disse que espera levantar US$ 200 milhões em sua oferta pública de ações
A empresa americana Beyond Meats, que faz versões de carnes vegetais, disse que espera levantar US$ 200 milhões em sua oferta pública de ações
Foto: nevodka / iStock

A empresa disse que pretende vender 8,75 milhões de ações ordinárias por um valor médio de US$ 21 por ação. A data do IPO, no entanto, ainda não foi anunciada.

Oportunidade. A Beyond Meat mira em um mercado em ascensão nos EUA. Segundo estudo feito pela consultoria Nielsen, encomendada pela Associação Plant Based Food, os americanos gastaram US$ 670 milhões em carnes de base vegetal no primeiro semestre do ano passado.

O reflexo é visto nos ganhos da própria empresa. Quando entrou no mercado, em 2016, a companhia tinha uma receita de US$ 16,2 milhões, dois anos depois a cifra chegou a US$ 88 milhões.

Fabricar carne vegetal, porém, ainda não é um mercado que tem dado lucro. Em 2019 a Beyond fechou o ano com US$ 29,9 milhões em dívidas, no ano anterior a conta tinha ficado em US$ 30,4 milhões negativos.

Apesar disso, grandes investidores creem que a startup irá atacar em cheio o consumo de carne no mundo. Isso porque somente em 2017, os americanos gastaram US$ 270 bilhões em consumo de carne, o número chega a US$ 1,4 trilhão globalmente, segundo dados da Fitch Solutions Macro Research.

Em dois anos, a Beyond Meat já levantou US$ 122 milhões em aportes feitos por investidores como a Obvious Ventures, Kleiner Perkins , Cleveland Avenue - fundada pelo ex-executivo da McDonald's Don Thompson, DNS Capital e do fundo de investimento de Bill Gates.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade