0

Startup Conductor levanta US$ 20 mi com fundo de Cingapura e rodada chega a US$ 170 mi

A startup atualmente é responsável por mais de 85 milhões de contas e processa mais de US$ 20 bilhões em volume de pagamentos em toda a América Latina

9 dez 2020
08h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Conductor, startup do segmento de processamento de pagamentos e BaaS (banco como serviço, na sigla em inglês), recebeu um aporte de US$ 20 milhões da Temasek, um dos fundos soberanos de Cingapura, antecipa a empresa ao Broadcast. A nova captação se junta à rodada de US$ 150 milhões liderada pela americana Viking Global Investors no último mês de outubro, elevando o total a US$ 170 milhões.

"O calibre dos players que aderiram à nossa jornada reflete a qualidade do nosso negócio e demonstra que estamos no caminho certo", afirma Antonio Soares, CEO da Conductor, em nota. "Estamos muito felizes em incluir a Temasek neste seleto grupo. Essa rodada nos permite continuar avançando com firmeza e determinação em nossa visão de viabilizar, modernizar e democratizar o futuro do comércio e dos pagamentos digitais."

A startup, que atualmente é responsável por mais de 85 milhões de contas e processa mais de US$ 20 bilhões em volume de pagamentos em toda a América Latina, pretende usar os recursos para acelerar o desenvolvimento de produtos e o crescimento internacional, fortalecendo sua posição de liderança na oferta de tecnologia e infraestrutura para meios de pagamento.

Em 2020 a Conductor vem tendo uma performance robusta no processamento de cartões e contas digitais, com crescimento acelerado do negócio de BaaS com a Dock, a aquisição da Muxi, e o início de sua expansão internacional nos principais mercados da América Latina.

A Temasek se une aos investidores institucionais originais da Conductor, Riverwood Capital e Visa, ao lado do novo grupo de investidores liderado pela Viking Global Investors e Sunley House Capital, afiliada da Advent International.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade