3 eventos ao vivo

Gove, startup de gestão de finanças públicas, levanta R$ 8 milhões

Nascida em 2016, a govtech utiliza softwares de inteligência para ajudar a gerir finanças municipais

28 out 2020
16h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Gove, plataforma de gestão de finanças municipais, anunciou nesta terça-feira, 27, o recebimento de um aporte no valor de R$ 8 milhões, liderado pela Astella Investimentos. A startup atua em cidades de todo o Brasil e visa aumentar a eficiência de decisões financeiras utilizando dados e tecnologias do município.

Com o investimento, a govtech — como são chamadas as startups que atuam no setor governamental — pretende promover a sua expansão, aumentando o número de funcionários e de equipes de vendas. "O investimento é um marco no ecossistema de govtechs. A entrada das govtechs no mainstream de investimentos de Venture Capital facilitará a criação de grandes empresas e tem potencial para aumentar, de maneira muito direta e rápida, a competitividade do país em si", comenta Rodolfo Fiori, cofundador da Gove, em comunicado.

Criada em 2016 por Rodolfo Fiori e Ricardo Ramos, a Gove lançou em 2018 um serviço para ajudar as prefeituras a gerir recursos financeiros com base em dados de um software de inteligência, capaz de direcionar melhor a eficiência de cada gasto público. Desde então, a startup atende cidades como Cotiporã (RS), São Bonifácio (SC), Una (BA) e Blumenau (SC).

Para Edson Rigonatti, sócio da Astella, o potencial da govtech pode crescer ainda mais nos próximos anos, com a promessa de expandir seu tamanho em 10 vezes até 2022. "Encontramos na Gove os elementos que tornam as empresas tech grandes ícones da nossa sociedade: um time incrível com muita experiência, um produto dez vezes melhor do que qualquer alternativa e um processo de venda eficiente e escalável".

Veja também:

Apple Event: 3 detalhes que merecem destaque
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade