0

Elon Musk perde US$ 1,1 bilhão em 2 minutos

Ações de Tesla, de Elon Musk, sofreram forte desvalorização na Bolsa de Nova York

4 abr 2019
18h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Dono da montadora de carros elétricos, Elon Musk está acostumado aos holofotes, e frequenta o noticiário diariamente. A notícia desta quinta-feira (4), porém, não é nada boa para o empresário.

De acordo com informações da agência Bloomberg, as ações da Tesla caíram 11% em pouco menos de dois minutos. Isso ocorreu nesta manhã, durante a abertura da Bolsa de Nova York. Com isso, Elon Musk viu sua fortuna encolher US$ 1,1 bilhão em tempo recorde. Com isso, às 9h32 (a bolsa abre às 9h30), o patrimônio do empresário caiu para US$ 22,3 bilhões, segundo o ranking de bilionários da Bloomberg. 

07/01/2019
REUTERS/Aly Song
07/01/2019 REUTERS/Aly Song
Foto: Reuters

Razões da perda de Elon Musk

As ações da Tesla sofreram queda acentuada após o anúncio de queda nas entregas de carros da marca no primeiro trimestre de 2019. No período, houve redução de 31% ante os três últimos meses de 2018.

A Tesla entregou 63 mil carros de janeiro a março deste ano. A fabricante de carros elétricos é responsável por quase 50% da fortuna de Elon Musk. Ela representa US$ 10 bilhões do total do patrimônio do empresário. Musk é o acionista majoritário da Tesla, com 20% de participação. O restante da fortuna do empresário é proveniente da SpaceX, empresa de exploração aeroespacial.

Batalha na corte de Nova York

Também nesta quinta-feira, Musk está em evidência por ter comparecido a uma audiência na corte de Nova York. Ele se defende de uma acusação de fraude feita pela SEC, órgão que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos. Em fevereiro, a SEC acusou Elon Musk de ter violado um acordo firmado em outubro de 2018 que o impedia de divulgar informações relevantes sobre a Tesla sem a aprovação da empresa. No ponto de vista do órgão, o empresário descumpriu o acordo ao publicar, em seu perfil no Twitter, dados sobre a produção estimada da Tesla para 2019. De acordo com o tweet de Musk, a empresa vai fabricar 500 mil carros neste ano, com entregas de 400 mil veículos. Elon Musk tem pouco mais de 24 milhões de seguidores no Twitter. 

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade