PUBLICIDADE

Criptomoedas caem após Rússia invadir Ucrânia

24 fev 2022 - 10h22
(atualizado às 16h23)
Ver comentários

O bitcoin caiu para seu menor nível em um mês nesta quinta-feira, depois que as forças russas dispararam mísseis em várias cidades da Ucrânia e desembarcaram tropas em sua costa, provocando uma venda de ativos mais arriscados.

O bitcoin caiu até 7,9%, para 34.324 dólares, menor cotação desde 24 de janeiro. Às 10h15 (horário de Brasília), perdia 5,4%, a 35.265 dólares. Moedas menores que normalmente se movem em conjunto com o bitcoin também caíram, com o ether perdendo até 10,8%.

"Vimos o que esperávamos até agora - mercados BTC e cripto seguindo as ações", disse Jospeh Edwards, chefe de estratégia financeira da empresa de criptomoedas Solrise Group.

"Todas as coisas tendem a se correlacionar em crises, e esperamos algo semelhante aqui, então é provável que o pior esteja reservado nos próximos dias."

Embora os defensores de criptomoedas digam que o bitcoin atua como um porto seguro das tensões geopolíticas, muitas vezes a moeda digital se move em conjunto com outros ativos de risco. A queda desta quinta-feira leva as perdas da moeda a mais de 50% desde que atingiu recorde de 69 mil dólares em novembro.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade