0

Artista confirma que não autorizou tirinhas da “Psicóloga Honesta"

Página do Facebook, que chegou a ter mais de 250 mil curtidas, usava ilustrações do espanhol Molg.H sem permissão

28 fev 2014
17h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Exemplo de tirinha da "Psicóloga Honesta" com ilustrações de Molg.H </p>
Exemplo de tirinha da "Psicóloga Honesta" com ilustrações de Molg.H
Foto: Reprodução

O artista espanhol Molg.H, cujos quadrinhos foram utilizados pela página “Psicóloga Honesta” no Facebook, confirmou que o dono da página, João Mirio Pavan, não tinha permissão para utilizar suas ilustrações. Nesta semana, comentários na internet diziam que Pavan teria mudado o nome e os desenhos das tirinhas para “Psicóloga Direta” por plágio.

Em seu perfil no Facebook, Molg.H disse que Pavan enviou diversas mensagens pedindo autorização para usar as imagens, mas depois de já tê-las postados na rede social. Ele disse que não respondeu a nenhuma mensagem e que não conhece o brasileiro.

A página da “Psicóloga Honesta” chegou a ter mais de 250 mil curtidas no Facebook com as tirinhas da personagem irônica, com conselhos rudes aos seus pacientes. Recentemente, Pavan mudou o nome da página para “Psicóloga Direta” e começou a utilizar ilustrações do brasileiro Pedro Naine. Segundo ele, a mudança ocorreu porque o Facebook solicitou a mudança do nome por denúncias recebidas de outros usuários.

Em e-mail ao Terra, Pavan disse que usava os desenhos de Molg.H com os devidos créditos e que a página do artista “foi citada, relacionada, registrada na capa, tanto quanto seu nome, da mesma maneira que foi citado em todas as entrevistas que se sucederam ao crescimento da page”.

As tirinhas da personagem estavam sendo publicadas na Folha de S.Paulo, mas o jornal vai deixar de publicá-las, segundo comunicado em seu site desta quinta-feira, 27. Segundo a Folha, Pavan reconheceu que cometeu um erro e anunciou o fim da página no Facebook.

 

Veja também:

Por que o Facebook bloqueou conteúdos na Austrália?
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade