2 eventos ao vivo

ARM faz parceria com GM e Toyota para criar sistemas para carros autônomos

8 out 2019
16h34
atualizado às 17h19
  • separator
  • 0
  • comentários

A ARM Holdings, empresa britânica de tecnologia de chips pertencente ao grupo japonês Softbank está se unindo às montadoras General Motors e Toyota para criar sistemas de computação para carros autônomos.

Chevrolet Bolt EV, carro autônomo da General Motors 
28/11/2017
REUTERS/Elijah Nouvelage
Chevrolet Bolt EV, carro autônomo da General Motors 28/11/2017 REUTERS/Elijah Nouvelage
Foto: Reuters

A ARM projeta chips usados nos smartphones atuais, mas não os fabrica. Os laços da companhia com a indústria automotiva remontam ao final dos anos de 1990, quando as montadoras começaram a adicionar processadores aos veículos para funções como controle do motor e diagnóstico.

Nesta terça-feira, a ARM disse que estava ajudando a criar o Consórcio de Computação Autônoma para Veículos (AVCC), juntamente com as duas montadoras e fornecedoras do setor Bosch, Denso Corp e Continental. O grupo também é integrado pelas empresas de semicondutores Nvidia e NXP Semiconductors, ambas incorporando a tecnologia da ARM em seus chips.

Com montadoras de veículos e empresas de tecnologia trabalhando em veículos autônomos, os analistas esperam que o número de chips nos carros cresça. Mas os veículos de teste atuais que estão sendo usados para desenvolver software de direção autônoma estão usando o mesmo tipo de chips usados em centrais de processamento de dados. Em todo o setor, as empresas de chips e as montadoras concordam que o consumo de energia e o tamanho dos sistemas devem ser cortados drasticamente para serem incorporados em veículos para o público em geral, talvez em um décimo ou menos dos níveis dos sistemas atuais.

"Acabei de voltar de viagens dos EUA e da China e tive a oportunidade de andar em quatro tipos diferentes de veículos autônomos. Eles eram ótimas plataformas de protótipos para testar o software, mas quando pedi para ver a eletrônica, literalmente havia servidores na carroceria", disse Chet Babla, vice-presidente da área de automóveis da ARM, em entrevista à Reuters. "Temos um longo caminho a percorrer."

O AVCC será um grupo independente financiado por taxas de associação das empresas que ingressam nele.

A primeira tarefa do grupo será estabelecer uma arquitetura de computação comum. Esse esforço visa facilitar a criação de softwares para empresas de automóveis que trabalharão com chips de diferentes fornecedores, semelhante à maneira como o software baseado no Windows, da Microsoft, funciona em processadores da Intel ou da AMD.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade