PUBLICIDADE

Quem era o advogado morto a tiros no Rio de Janeiro?

Rodrigo Marinho Crespo foi baleado na frente do escritório de advocacia do qual era sócio, na Avenida Marechal Câmara

26 fev 2024 - 19h51
Compartilhar
Exibir comentários

Um advogado foi morto após ser alvejado com dez tiros no centro do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (26). Rodrigo Marinho Crespo foi baleado na frente do escritório de advocacia do qual era sócio, na Avenida Marechal Câmara, na qual ficam a sede carioca da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), a Defensoria Pública e o Ministério Público.

Apesar do Corpo de Bombeiros ser chamado, a vítima morreu no local
Apesar do Corpo de Bombeiros ser chamado, a vítima morreu no local
Foto: Créditos; LinkedIn/Reprodução / Perfil Brasil

Apesar do Corpo de Bombeiros ser chamado, a vítima morreu no local. Testemunhas afirmam que os autores do crime fugiram em um Volkswagen Gol branco. "Eu estava ali do outro lado e comecei a ouvir o barulho de tiro, eu achei até que fosse descarga de moto, e aí foram mais barulhos, mais de dez disparos de tiros", disse um homem. Nada do advogado foi levado.

A OAB-RJ emitiu uma nota lamentando o ocorrido. "O presidente da OABRJ, Luciano Bandeira, acompanha o desenvolvimento do caso e está em contato com o secretário de Segurança Pública do estado, Victor César dos Santos. A Delegacia de Homicídios investiga o caso. Consternada, a Seccional expressa as mais profundas condolências aos familiares e amigos do colega e pede celeridade na apuração deste crime bárbaro".

Rodrigo Marinho Crespo era sócio-fundador da Marinho & Lima Advogados, firma especializada em Contratos e Direito Processual Civil. O advogado formou-se em direito na PUC-RJ em 2005 e fez pós-graduação em Direito Civil Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade