PUBLICIDADE

Prefeito decreta Situação de Emergência em Porto Alegre

Prefeitura intensifica esforços para lidar com os impactos das cheias no Guaíba e mobiliza assistência à população afetada.

21 nov 2023 - 15h22
(atualizado às 15h46)
Compartilhar
Exibir comentários

O prefeito Sebastião Melo anunciou um decreto de situação de emergência em Porto Alegre devido às enchentes causadas pelo aumento do nível do Guaíba. O objetivo é facilitar as contratações necessárias para minimizar os efeitos da cheia na cidade, conforme divulgado durante uma reunião no Centro Integrado de Coordenação de Serviços (Ceic-POA).

Foto: imagem ilustrativa / Fabiano Gonçalves / Porto Alegre 24 Horas / Porto Alegre 24 horas

Equipes municipais continuam em ação para apoiar as famílias impactadas pela subida do nível do lago, que atingiu 3,46 metros no Cais Mauá. Cerca de 134 pessoas foram acolhidas temporariamente em locais providenciados pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), como o Ginásio do Departamento Municipal de Habitação (Demhab) e a sede do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM). Está prevista a abertura de mais um abrigo para acolher desabrigados.

O 4º Distrito da cidade, especialmente afetado com pontos de alagamento após uma falha na comporta do Cais Mauá, está sob atenção. As orientações são para que os moradores minimizem deslocamentos na região, especialmente diante da previsão de mais chuvas.

Desde o agravamento das cheias, a Defesa Civil já removeu cerca de 920 pessoas de áreas afetadas, principalmente no bairro Arquipélago. As operações de resgate e assistência podem ser solicitadas pelo número de emergência 199, operando 24 horas por dia. Além disso, medidas emergenciais estão sendo tomadas para abrigar animais das ilhas afetadas e para lidar com problemas de infraestrutura como o funcionamento das escolas, unidades de saúde e questões de mobilidade. O Gabinete da Primeira-Dama está coordenando esforços de arrecadação de donativos para ajudar as famílias impactadas.

Os principais órgãos municipais, como o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), a Defesa Civil e a Educação, estão adotando medidas para lidar com os desdobramentos das cheias e trabalhando para minimizar os transtornos causados pela situação de emergência na cidade. A população pode contribuir com doações nos pontos de coleta estabelecidos pela prefeitura.

Com a informação Prefeitura de Porto Alegre.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade