PUBLICIDADE

Premiê eleito da Austrália promete virada na política climática

22 mai 2022 10h50
| atualizado às 11h17
ver comentários
Publicidade

Após derrotar o primeiro-ministro conservador Scott Morrison, líder trabalhista Anthony Albanese diz querer unir os australianos, incrementar ação ambiental e melhorar a relação do país com o mundo.O primeiro-ministro eleito da Austrália, Anthony Albanese, anunciou neste domingo (22/05) que se reunirá individualmente com os líderes dos Estados Unidos, Japão e Índia em Tóquio um dia depois de tomar posse.

O primeiro-ministro eleito da Austrália, Anthony Albanese, quer tornar seu país uma potência da energia renovável
O primeiro-ministro eleito da Austrália, Anthony Albanese, quer tornar seu país uma potência da energia renovável
Foto: DW / Deutsche Welle

"Isso nos permite enviar uma mensagem ao mundo de que há um novo governo", disse ele a repórteres após proclamar a vitória de seu Partido Trabalhista, de centro-esquerda, nas eleições deste sábado, em que derrotou o primeiro-ministro conservador, Scott Morrison.

Ele também afirmou que quer mudar a imagem de seu país no exterior e incrementar a política em prol do meio ambiente. "Haverá mudanças na política, especialmente em relação às mudanças climáticas e nosso relacionamento com o mundo nessas questões", disse o líder de 59 anos, que prometeu acelerar a ação australiana para reduzir suas emissões de carbono.

A mudança climática desempenhou um papel fundamental na eleição deste sábado, em momento em que os australianos estão insatisfeitos com a resposta do governo aos incêndios e inundações que devastaram a Austrália nos últimos anos e a seu apoio às exportações maciças de carvão.

O Partido Trabalhista de Albanese e os Liberais de Morrison estão em guerra aberta sobre as mudanças climáticas desde 2007, e vários governos foram derrubados neste conflito.

"Superpotência da energia renovável"

"Juntos podemos acabar com as guerras climáticas", disse Albanese durante discurso de vitória, frente a seus simpatizantes. "Juntos, podemos tirar vantagem da oportunidade de a Austrália se tornar uma superpotência da energia renovável."

Embora o Partido Trabalhista tenha emergido como o vencedor inconteste da eleição do fim de semana, a contagem de votos ainda continua e não está ainda claro se o partido garantirá a maioria necessária de 76 assentos dos 151 lugares da Câmara dos Deputados, garantindo maioria para governar sem necessidade de alianças. Se não alcançar a maioria absoluta, no entanto, a sigla pode buscar uma coalizão com alguns dos deputados independentes ou com os verdes.

Albanese disse que ele e os principais membros de sua equipe serão empossados nesta segunda-feira. No dia seguinte, ele se comprometeu a participar de uma cúpula em Tóquio entre Austrália, Índia, Japão e Estados Unidos.

Encontros bilaterais

Albanese disse que na reunião ele terá encontros bilaterais com o presidente dos EUA, Joe Biden, e os primeiros-ministros do Japão, Fumio Kishida, e da Índia, Narendra Modi.

"Esta noite, o povo australiano votou pela mudança. Estou honrado com esta vitória e estou honrado por ter esta oportunidade de servir", disse Albanese, antes de garantir que a principal missão de sua equipe de governo será unir os australianos.

Uma área de destaque na campanha eleitoral de seu Partido Trabalhista foi a política externa. Albanese prometeu reconstruir as relações desgastadas com a França, a quem Morrison irritou ao cancelar um acordo sobre venda de submarinos de 90 bilhões de dólares em favor de um contrato com Estados Unidos e o Reino Unido.

md (AP, AFP, Reuters, DPA)

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Publicidade
Publicidade