PUBLICIDADE

Mundo

Ultraliberal Javier Milei derrota peronista Sergio Massa em segundo turno na Argentina

Antes mesmo do resultado oficial, Massa fez um discurso em que admitia a derrota

19 nov 2023 - 20h43
(atualizado às 23h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Javier Milei foi eleito novo presidente da Argentina
Javier Milei foi eleito novo presidente da Argentina
Foto: UNIÓN POR LA PATRIA PARTY PRESS OFFICE - MAXIMILIANO VERNAZZA

Com 100% das urnas apuradas, por volta das 23h deste domingo, 19, a Argentina já tem o nome do seu novo presidente: Javier Milei (Unión por la Patria), de 53 anos, venceu o peronista Sergio Massa (La Libertad Avanza), no segundo turno das eleições. Até o momento, Milei tem 55,69% dos votos dos votos e Massa 44,30%.

Antes mesmo do resultado oficial, Massa fez um discurso em que admitia a derrota. O ministro da Economia do atual governo disse ter ligado para Milei, o parabenizando pela vitória. "Foi uma campanha muito longa e difícil, com conotações duras e espero que o respeito por quem pensa diferente seja estabelecido na Argentina", disse o peronista.

Javier Milei deve discursar ainda esta noite. Ele ainda não se pronunciou sobre a vitória.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já deixou seus votos de boa sorte para o novo representante do povo argentino. Em uma publicação no X (antigo Twitter), Lula escreveu:

"A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada. Meus parabéns às instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e ao povo argentino que participou da jornada eleitoral de forma ordeira e pacífica. Desejo boa sorte e êxito ao novo governo. A Argentina é um grande país e merece todo o nosso respeito. O Brasil sempre estará à disposição para trabalhar junto com nossos irmãos argentinos."

Quem é Javier Millei?

Libertário, Milei surgiu como uma terceira força política, se colocando como um outsider. As palavras fortes contra os políticos e a marca registrada do cabelo desordenado - que lhe rendeu comparações com o ex-premiê britânico Boris Johnson - conquistou um público que se viu representado em seu jeito mais próximo "do povo".

Antes de chegar à política, Milei foi goleiro do clube de futebol argentino Chacarita Juniors, mas encerrou a carreira no começo dos anos 1990. Nascido no bairro portenho de Palermo, em 22 de outubro de 1970, Milei teve uma infância marcada por polêmicas em família. Ele mesmo reconhece que não se dava bem com a família, apenas com sua irmã, Karina Milei. Ele diz que ela é a pessoa que melhor o conhece e "a grande arquiteta" de seus acontecimentos políticos. Milei disse a diferentes meios de comunicação que, caso se torne presidente, ela desempenhará o papel de primeira-dama.

A ascensão do novo integrante a Casa Rosada começou em 2018 nos principais meios de comunicação argentinos, com a divulgação de seu discurso "liberal libertário", como costuma chamar. Suas aparições no rádio e na televisão locais geraram polêmica, seja entre seus colegas economistas, jornalistas ou apresentadores.

O grande salto em sua carreira política veio em 2020, quando anunciou sua candidatura à presidência nas eleições de 2023. Esse passo abriu caminho para que seu partido, La Libertad Avanza, conquistasse duas cadeiras na Câmara dos Deputados no ano seguinte, ocupados por ele e por sua candidata à vice-presidência, Victoria Villarruel.

*com informações do Estadão

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade