PUBLICIDADE

Talibã mata cantor de músicas folclóricas em região afegã

O "assassinato brutal" ocorreu na última sexta-feira (27) em Andarab, na parte sul da província de Baghla

29 ago 2021 11h17
| atualizado às 11h31
ver comentários
Publicidade

O ex-ministro do Interior afegão, Masoud Andarabi, denunciou neste domingo (29) que um membro do Talibã matou o cantor folclórico Fawad Andarabi, no Afeganistão, em circunstância que ainda não estão claras.

Homens do Talibã nas ruas de Cabul
Homens do Talibã nas ruas de Cabul
Foto: Reuters

O "assassinato brutal" ocorreu na última sexta-feira (27) em Andarab, na parte sul da província de Baghlan, a cerca de 100 quilômetros ao norte de Cabul.

Segundo o ex-ministro, o músico foi retirado de sua casa e agredido pelo Talibã. "Não vamos nos curvar diante de sua brutalidade", escreveu no Twitter.

O filho do artista, Jawad Andrabi, contou que militantes do Talibã já haviam ido à sua casa e até mesmo chegaram a beber chá com o músico. No entanto, os talibãs mataram o cantor. "Ele era um cantor inocente, que só entretinha as pessoas. Eles deram um tiro em sua cabeça", disse Jawad.

O porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, disse que o caso será investigado, mas não tinha informações sobre a morte.

Andarabi tocava um instrumento chamado ghichak, uma espécie de alaúde, e cantava músicas sobre o lugar onde nasceu, seu povo e sobre o Afeganistão.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade