PUBLICIDADE

Sydney, na Austrália, reabre após mais de 100 dias de lockdown

Cidade enfrentou um surto da variante Delta do novo coronavírus

11 out 2021 11h01
| atualizado às 11h16
ver comentários
Publicidade

Após mais de 100 dias de confinamento em função de um surto da variante Delta do novo coronavírus, a cidade de Sydney, na Austrália, suspendeu o lockdown devido ao declínio das contaminações e ao aumento dos vacinados.

As lojas de Sydney reabriram suas portas ao público
As lojas de Sydney reabriram suas portas ao público
Foto: EPA / Ansa - Brasil

No total, os mais de cinco milhões de habitantes de Sydney foram submetidos a um rígido bloqueio de 106 dias para frear o avanço da altamente transmissível variante Delta. Com a queda das novas infecções e a alta taxa de pessoas vacinadas, a cidade australiana avaliou ser possível retirar as restrições.

Diversos pubs, restaurantes e cafés começaram a reabrir suas portas para qualquer indivíduo que conseguisse provar que foi vacinado contra a Covid-19.

O fim do bloqueio na maior cidade da Austrália foi um alívio para centenas de pessoas. Por volta da meia-noite, um supermercado na região oeste de Sydney recebeu diversos clientes, que fizeram longas filas dentro do estabelecimento.

Durante a maior parte da pandemia de Covid-19, a Austrália combateu a doença com medidas severas de isolamento, como o fechamento de fronteiras, lockdowns e testes frequentes. No entanto, a variante Delta entrou em solo australiano e preocupou as autoridades de Melbourne e de Sydney.

A Associação Médica Australiana advertiu que a reabertura de Sydney deve acontecer de maneira gradual "caso contrário, Nova Gales do Sul ainda pode ver os hospitais ficarem completamente sobrecarregados", mesmo com as altas taxas de vacinação.

Em Sydney, ainda há limites de pessoas para encontros e as escolas só vão reabrir suas porta dentro de algumas semanas.
.
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade